Arquivo da tag: vestidos

Estilo

5 Vestidos do Oscar para mandar para a costureira

Domingo foi dia de acompanhar o tapete vermelho mais esperado do ano! Todos os holofotes da moda voltados para o que as estrelas de Hollywood estavam usando na noite mais importante do cinema. Então, com certeza você já viu por aí milhares de posts com as fotos de todas os vestidos: os mais bonitos, os mais esquisitos, etc e tal. Para não ser muito repetitiva por aqui, selecionei aqueles que dá pra gente tentar reproduzir com a costureira amiga, pois não precisam de nenhum tecido especial ou bordados. Então, confere aí 5 Vestidos do Oscar para mandar para a costureira. Caprichei nas fotos com detalhes e muitos ângulos que é pra fazer igualzinho pro próximo casamento ou formatura.

1. Rachel McAdams de August Getty

rachel_mcadams_oscar_2016_1

E lá se foi o reinado das rendas e bordados. É tempo de minimalismo, os anos 90 estão de volta e a eterna Regina George (Garotas Malvadas, lembram?) divou no tapete vermelho com um vestido que não tem nada mais que um corte lindo e uma modelagem perfeita. Ok, rolou também um mega decote nas costas e um fenda na medida que deixam tudo muito #sexysemservulgar.

rachel_mcadams_oscar_2016_2png

Há quem não goste, que ache muito simples e reclame que a roupa está amassada (de fato, está mesmo). Mas sinceramente, acho uma bobagem isso! A mulher devia estar há um tempão sentada no carro esperando a hora de entrar, é normal que roupas amassem um pouco e não acho que isso tire a beleza do look. Ademais, amo roupas simples que realçam a beleza de quem veste. Ela estava linda, não precisa de muitos incrementos para chamar atenção. Acho que nesse casos de modelos mais clean, os recortes estratégicos fazem bem o papel de levantar a roupa. E essa cor também é maravilhosa!

Para mais fotos de todos esses modelos em tamanho bem grande, com alta resolução, vai no nosso álbum no Facebook;)

2. Charlize Theron de Dior

charlize_theron_oscar_2016_3

Esse aqui disputa o topo da minha lista de favoritos dessa edição do Oscar. Charlize por si só já é uma aparição, com esse vestido então, me deixou sem palavras.

charlize_theron_oscar_2016_2

Vermelho é sempre vermelho, acho que uma das cores mais impactantes para vestidos de festa e por isso ganha anda mais valor em um modelo liso, sem muitas firulas. Ele seria lindo também em preto, mas em vermelho ficou mais deslumbrante.  Observem mais uma vez o combo minimalismo + caimento perfeito + decotes nos lugares certos + cor.  Anota aí que é a bola da vez!

3. Olivia Munn de Stella McCartney

olivia_munn_oscar_2016_1

Mais uma aí para provar que essa é a temporada dos vestidos lisos e minimalistas. Olivia apostou no corte incrível de Stella McCartney com uma cor vibrante que vai super bem com o tom de pele dela. O decote um ombro só também foge do comum e somado a esse efeito sobreposição da parte de cima com a saia deu um modernidade ao vestido.

olivia_munn_oscar_2016_2

A quem se interessar, o site da revista In Style fez um diário de Oscar com a atriz, acompanhando todo o processo de preparação.

4. Olivia Wilde de Valentino

olivia_wilde_oscar_2016_2

Ok, esse pode ser um pouco mais trabalhoso, afinal um bom plissado não é algo que se encontre fácil por aí. Mas não é impossível. Uma boa costureira consegue fazer sim e ele é lindo juntamente por conta desse trabalho. Não curto tanto o excesso de decote na frente, mas o conjunto ainda assim é muito bonito. Esse detalhe das costas então, maravilhoso!

olivia_wilde_oscar_2016_3

Branco não é uma cor muito fácil, já que restringe um pouco as possibilidades de uso do vestido. Veja bem, eu não sou uma pessoa que anda recebendo convites para festas de gala, normalmente uso vestido assim para casamento (porque nem formatura eu ando indo mais), então… A sugestão é reproduzir em outra cor para ficar mais versátil na vida real. Em tons pastel ia ficar uma beleza!

5. Brie Larson de Gucci

brie_larson_oscar_2016_2

Por sim, a ganhadora do Oscar de melhor atriz, Brie Larson. Esse é o mais impactante de todos, tem volume, tem cauda e tem uns babados. Não é minimalista, mas também tá no limite que permite a gente usar em uma ocasião como madrinha de casamento, por exemplo. Para formandas também é uma boa opção, diminui um pouco a cauda e vai!

brie_larson_oscar_2016_1

E esse azul? Que cor maravilhosa! Achei que foi uma excelente escolha para marcar a noite em que ela recebe um prêmio tão importante. O cinta deu mais glamour, mas também dá para trocar as pedrarias por mais simples, como uma faixa, e fazer a discreta.

É isso, anotaram? Salvaram as fotos na pastinha para o próximo evento? Também amo bordados (sou fã dos brilhos do Elie Saaba, sabem?) mas para a vida real os modelos lisos, sem pedrarias, são mais fáceis de reproduzir e ficam mais versáteis para repetir em diversas ocasiões. Sempre bom ter boas referências porque nesse caso ele faz mesmo o modelo faz toda diferença.

Fotos: Reprodução

Falando em Oscar, veja também:

Indicados ao Oscar de Melhor Figurino 2016: A Garota Dinamarquesa

Indicados ao Oscar de Melhor Figurino 2016: Cinderela

Para seguir: as personal stylists de Hollywood.

Sem categoria

Meu top 5 da Semana de Alta Costura

E então, chegou ao fim a semana de alta costura! Nem foram tantos desfiles, se compararmos com o lista interminável da NYFW que vem por aí. Mas foram 26 apresentações, algumas com mais de 60 looks, ou seja, muita coisa para ver com calma, em detalhes. Mas só com aquela olhada geral, deu para perceber que: tivemos muita pluma, bordados, tule, transparências, babados e volumes. O rosa esteve presente em vários momentos, e o azul clarinho, meio acinzentado também. Também notei algumas marcas trazendo aplicações em 3D – em especial de flores – e estampas bem bonitas, afinal é primavera!

Tudo isso pode render muitas pautas, mas que vou tentando fazer aos poucos, já sou só uma só e não uma redação de revista com vários profissionais. E acredito também que é bom mesclar com outros assuntos, para não ficamos monotemáticas. Por hora, separei os meus 5 favoritos, salientando que me impus a regra de não repetir estilista porque caso contrário, corria o risco de um certo libanês que começa E e termina com LIE aparecer bastante por aqui (até rimou! que brega! kkk). Mais uma coisinha! Lógico que esta escolha tem tudo a ver com meu gosto pessoal, não necessariamente o que eu usaria, mas o que achei visualmente encantador. Não é e nunca será minha pretensão fazer “a crítica” de moda, ok? Está em ordem aleatória.

1. O desfile de Giambattista Valli teve vário looks encantadores, em especial a sequência de rosas no final. Só que esse cheio de aplicações de florzinhas e mini pássaros em preto e amarelo encheu meus olhos. Acho que a mistura das cores – rosa, preto, amarelo e lilás – ficou tão suave e super harmoniosa. Além disse, ele parece super simples assim, olhando de frente, mas nas costas tem uns babados que o faz sair do comum, ganhar todo um drama, digno de tapete vermelho mesmo!

GiambattistaVali-HCss15(1)

GiambattistaVali-HCss15(2)

2. A Valentino apresentou uma coleção com ares renascentista. A primeira parte era super pesada, com vestidos fechados, com cara de roupa medieval. No final, eles ficaram mais fluidos e delicados e aí comecei a curtir mais. Não que a primeira parte não seja bonita, é muito, mas não faz meu estilo. E então eu escolhi esse vestido da pipa porque é inusitado, no meio de tantos vestidos densos e volumosos. Fora que as costas dele também é de uma sensualidade linda e delicada!

Valentino-HCSS15(2)

Valentino-HCSS15(1)

3. Zuhair Murad, também libanês, é que nem Elie, difícil de escolher um só. O estilo é bem parecido, só que com uma pegada um pouco mais sexy. No final das contas, acabou escolhendo esse curtinho, que nem tem nada de sensual, mas me encantou pelas cores. Esse azulzinho é um amor!

ZuhairMurad-HCSS15(1)

4. A Armani Privè fez uma coleção linda, tão sofisticada e elegante, em cores neutras (que eu amo!) e uma mistura maravilhosa de peças mais fluídas – como as pantalonas e saias em seda e plissadas – e outras mais rígidas. Com uma inspiração oriental, o bambu apareceu nas estampas, texturas e acessórios. Muito, muito incrível! Também difícil de escolher um só. Escolhi esse porque tem um pouquinho de todos os elementos que amei nessa coleção.

ArmaniPrive-HCSS15(1)

5. Finalizando com Elie Saab, e apesar dos lindos bordados eu escolhi um dos vestidos estampados porque é quando ele aposta nas estampas que ele traz um quê de diferente para a coleção.

ElieSaab-HCSS15(1)

Esse foram os meus cinco mais, mas tem outros tantos incríveis. Só que eu precisava resumir, né? Para ver todos os modelos de todos os desfiles, em detalhes, com muito zoom e ainda fotos de beleza, acessórios e backstage, indico o style.com . Todas as fotos deste post são de lá! ;) Divirtam-se!

Sem categoria

Semana de Alta Costura

Essa semana que passou a gente viu muitos blogs mostrando toda a beleza e encanto dos vestidos de Elie Saab, Dior, Zuahir Murad, Valentino e outras grifes famosas.  A gente mesmo falou na nossa fan page (curte e acompanha aqui!) sobre a lindeza que o Elie Saab – meu favorito! – criou para essa coleção. É que do dia 30 de junho á 04 de julho aconteceu em Paris a semana de Alta Costura. Sabe aqueles vestido lindos que a gente normalmente vê nos tapetes vermelhos da vida? Pois é, muitos deles vem de lá!

O termo surgiu em 1858 para definir o trabalho executado pela Maison do inglês Charles Frederick Worth, que produziu o primeiro desfile de moda conhecido. Mas não é qualquer um que pode ser considerado Alta Costura. Essa á uma denominação exclusiva, usada apenas para aqueles que fazem parte da Chambre Syndicale de la Haute Couture ou em bom português, Câmara Sindical de Alta Costura, instituição francesa criada em 1868 e que hoje conta com 20 nomes e entre eles um brasileiro, Gustavo Lins. Existem os membros permanentes – como Dior e Chanel – membros correspondentes – como Valentino, Elie Saab, Armani – e os convidados, como é o caso do brasileiro.

alta-costura02

Não é fácil entrar, tem uma série de regrinhas a serem seguidas e a escolha é feita pelos membros do Sindicato. Uma delas é que todas as peças sejam únicas e feitas sob medida, à mão, ou seja, nada de máquina de costura. Com isso, um vestido pode demorar meses para ficar pronto e chegam a custar até 300 mil euros.

Esse ano desfilaram Christian Lacroix para Schiaparelli, Versace, Christophe Josse, Christian Dior, Iris Van Herpen, Alexis Mabille, Giambattista Valli, Chanel, Ulyana Sergeenko, Stéphane Rolland, Atelier Gustavolins, Giorgio Armani Privé, Alexandre Vauthier, Maison Martin Margiela, Elie Saab, Jean Paul Gaultier, Valentino, Viktor & Rolf, Rad Hourani Unisex e Zuhair Murad. Tá tudo linkadinho para as fotos do portal FFW, caso vocês queiram ver um por um os looks dos desfiles.

alta-costura03

Ah! Alta Costura não é só vestido e festa não! Tem roupas para o dia – como as do Gustavo Lins, por exemplo – e de homem também! Mas o glamour e brilho dos vestidos de gala são muito mais legais de ver, né?