Arquivo da tag: salvador

Moda, Notícias

Moda em Salvador – 18/11

E como a vida anda corrida e muita coisa acontecendo nessa cidade, não dá tempo de fazer um post específico para cada notícia. Então, que tal uma sessão reunindo várias novidades de moda na cidade? Vou tentar manter esse formato uma vez por semana, sempre na sexta. ;)

Domingo é dia de Afro Fashion Day

afro_fashion_day_2017

 

Foto: Cella Figueiredo e Araponga 

Para celebrar o dia da Consciência Negra, 20/11, o jornal Correio* promove a segunda edição do Afro Fashion Day. Na verdade, durante todo esse mês de novembro já vem acontecendo diversas ações voltadas para essa celebração no espaço do evento no Shopping da Bahia – rolou bate papo do Coletivo Minissaia por lá ;) – e o grand finale fica por conta do desfile, às 18h na Praça da Cruz Caída. Ano passado eu não consegui prestigiar, mas esse ano estamos aí e de uma forma muito melhor: participando da produção! Então, aparecem por lá porque o desfile vai ser incrível! Casting lindíssimo, todo negro, looks super estilosos apenas com marcas baianas. Garanto que estamos deixando tudo muito lindo para vocês! Siga: @bazarcorreio

Novidades Miranda Estúdio

agenda_miranda_2017

 

Foto: Reprodução Instagram 

Depois do sucesso da coleção Tiébélé, parceria da Miranda com a The Finds e Soul Dila (que, inclusive, estará no desfile do Afro Fashion Day domingo), a marca vem cheia de novidades para 2017. Tem tshirt nova, chápeus de palha homenageando as praias da cidade e as lindas e super desejadas agendas, que esse ano tem capa bordada à mão! Tô aqui desejando loucamente essa azulzinha com a concha na capa! <3 À venda na The Finds e no instagram da marca. Siga: @mirandaestudio

Coleção White Party na The Finds

Falando em The Finds, a multimarcas lançou essa semana a coleção White Party, só com peças brancas, para não falta opção nesse réveillon! Mas corre porque as peças das meninas são sempre mega concorridas! À vendas nas duas lojas: Rio Vermelho e Villas do Atlântico. Os últimos dias estão tão movimentados por lá que semana passada também teve lançamento do LP Bahia Bass, parceria The Finds e dj Mauro Telefunksoul. Queria ter ido, mas a correria não me permitiu. Siga: @thefinds.

Made in Bahia 2017 em novo local

Depois de muitos anos participando do desfile dos fashionistas na Expo de Moda/Made in Bahia, esse ano eu vou tomar falta! :(  Estarei viajando bem no período do evento, mas vocês que estarão por aqui não podem perder essa edição! A feira se mudou para o Porto de Salvador, no Comércio e vai ter aquela vista linda da Baía de Todos os Santos. O tema deste ano é uma homenagem ao centenário do samba e contará com os traicionais de desfiles – o das bloggers é sempre no sábado, não esqueçam! – e 120 expositores. A 26ª edição da Made in Bahia acontece nos dias 24 à 29 de novembro,  dias úteis, das 13h às 21h, e no sábado e domingo, das 14h às 21h. Siga: @expo.made

Mercado, Moda

Mia, marca baiana especializada em camisas femininas.

Um das coisas mais comuns no meio da moda, é gente que veio de outras formações profissionais porque, apaixonado por moda,  resolveu investir e empreender na área. É o caso das sócias da Mia, marca baiana especializada em camisas femininas. Paula é relações públicas, Ciça é administradora e Kika é publicitária, mas antes de tudo, são amigas de infância que realizaram o sonho de criar algo juntos. “Passamos de consumidoras a produtoras e é completamente diferente. Lidamos agora com o lado business da moda, mas que com certeza o fato de sermos consumidoras nos dá um know-how muito bom”, conta Paula.

vistamia_01

Em Salvador, fazer moda não é fácil, e as meninas participam de todo o processo: “Colocamos a mão na massa – pesquisamos modelos, compramos tecidos e levamos tudo para um atelier que faz a pilotagem e os modelos começam a ganhar vida. É um prazer imenso participar de todas as etapas do processo. Lembrando que tudo é feito aqui em Salvador“. O projeto começou em março do ano passado e já está no quarto lote de produtos. Isso porque as camisas tem quantidade limitada, ou seja, não tem muita chance de você se esbarrar com alguém com a roupa igual a sua por aí. Além de ter um produto que é feito e pensado individualmente, com carinho e voltado para as necessidades da cliente da marca, material e mão de obra local são valorizados e fomentados, o que é maravilhoso para o mercado de moda na cidade! <3

d419ba_08cb1c9474e5477793ca5da03a2d25d1-mv2_d_1962_1400_s_2

A proposta é oferecer uma moda acessível, com preço justo e modelos que possam ser usados nas mais diversas ocasiões – da reunião ao happy hour. Segundo as sócias, “não dá mais para ter aquela roupa que seja só de trabalho e outra só de passeio. Tudo que fazemos é pensando nessa flexibilidade dos momentos diferentes do dia e da vida, né?“.

A receptividade foi tão boa que além de encontrar a Mia em eventos de moda na cidade, como o Pop Up Shop, você pode comprar online, através do e-commerce da marca, que cresce cada dia mais. “Estamos muito felizes. Fazemos o que amamos e até mesmo os problemas que enfrentamos são resolvidos com uma energia diferente, sabe? O feedback das pessoas só mostra o quanto estamos no caminho certo. Acredito que a nossa satisfação pessoal faz com que nosso empenho e dedicação seja cada vez maior. “

Valorização da mão de obra local + comércio justo + slow fashion. Olha quanta coisa bonita que em uma mesma marca! Vale a pena conhecer! <3

Siga:  vistamia.com.br | @vista.mia 

Para conhecer outras marcas baianas:

Algaszarra, a marca de bijuterias essencialmente baiana.

Las Conchitas, acessórios de cabeça.

Estudos, Moda

Ebam: uma nova escola de moda em Salvador

Um dos posts que mais fazem sucesso aqui no blog é o que eu indiquei onde estudar moda em Salvador. Mas ele vai precisar de uma atualização já, porque essa semana inaugurou uma nova opção na cidade: a Ebam. A Escola Baiana de Arte, Moda e Gastronomia finalmente abre as portas com uma boa lista de cursos na área de moda e fotografia.

A convite da escola, visitei o espaço, antes da festinha de inauguração, para conhecer a estrutura e posso dizer que é bem completo. Além das salas de aula para exposições teóricas, eles contam ainda com uma sala de modelagem, equipada com manequins, mesas de modelagem, réguas, máquina industrial, e uma sala de costura com doze máquinas domésticas, além de uma biblioteca com diversos títulos sobre o assunto.

ebam-onde-estudar-moda-salvador-04

ebam-onde-estudar-moda-salvador-01

Para esse primeiro bimestre de funcionamento, a grade de cursos oferece: Make e Análise Pessoal Cromática, com Sika Caico e Inês Martins; Produção de Moda, com Camila Freiper; Consultoria de Imagem, com Priscila Seijo; Fotografia, com Lúcio Barbosa e Cláudio Colavolpe; Criação Pesquisa de Tendências em Moda, Beleza e Consumo, com Rodolfo Carvalho e Gefferson Vila Nova; Costura, com Tina Montenegro; Modelagem, com Cris Lára e Carol Brunelli; e Visual Merchandising, com Chris Corcino. Muitas opções, hein! A  coordenação é de Sandra Fagnani, nos cursos de Arte e Moda, e Vevé Bragança, na área de gastronomia.

ebam-onde-estudar-moda-salvador-02

ebam-onde-estudar-moda-salvador-03

Fotos: Divulgação

A gente sempre reclama que Salvador não tem opções de cursos livres e workshops de moda, fazendo com que a gente tenha sempre que recorrer à São Paulo ou Rio de Janeiro. Agora temos mais uma opção – que infelizmente ainda são poucas comparadas às citadas cidades – mas já é um primeiro passo. Então cabe à nós fomentar essa movimentação e fazer essa iniciativa vingar. Vamos valorizar os profissionais da nossa terra também!

Além de todos esses cursos que já citei, vai rolar ainda uma aula ministrada pelo artista plástico baiano Bel Borba, nos dias 14 e 15, das 8h às 12h, e outra durante todo o dia 16 –, das 8h às 17h. No curso, intitulado “Laboratório de Pintura sobre Porcelana”, o artista apresentará em sala técnicas de pintura em porcelana. E hoje, dia 07/07, vai rolar, a partir das 19 horas,  uma aula magna com o estilista Jeferson Ribeiro (muito querido e talentosíssimo), aberta ao público. O número de vagas é limitado e bem pequeno e para se inscrever, é necessário enviar e-mail para  contato@escoladeartemoda.com.br com nome completo e telefone, além de editar o assunto para “Aula Magna”. A aula abordará o poder criativo de cada indivíduo, desenvolvendo e aprimorando habilidades e competências. Após o curso, Jeferson fará um bate papo com perguntas e respostas. E para fechar toda essa movimentação de inauguração, ainda tem um workshop gratuito com Marina Marques, voltado para estudantes, influenciadores e bloggers de moda, nesta sexta-feira (8) sobre a Moda no Mundo, em que refletirá sobre as diferentes esferas de estilo características de cada país. Com vagas limitadas, as inscrições para a atividade poderão ser feitas pelo e-mail contato@escoladeartemoda.com.br.

A Ebam fica Rua Feira de Santana, nº 04, Rio Vermelho (tel: 71 3016-3262), e o site é o escoladeartemoda.com.br.

Eventos

Coletivo Minissaia entrevista Alex Galletti no Iberostate

Nesses últimos dias que antecedem o final do meu curso de Moda – yes! estou me formando! – não tenho conseguido me dedicar ao blog, mas não poderia deixar de registrar aqui os eventos muito legais que tem acontecido com o Coletivo Minissaia.

Na última edição, dia 23/04, a gente teve o prazer de entrevistar o arquiteto e urbanista Alex Galletti, sócio da 3A Arquitetura, e bater um papo super descontraído sobre a sua carreira, urbanismo e mudanças na arquitetura de Salvador, além de dicas de decoração. O ambiente não podia ser melhor: o Iberostate em Praia do Forte, complexo residencial pertencente ao grupo Iberostate. O encontro reuniu ainda um grupo muito querido de convidados: blogueiras e imprensa,c om cobertura do Site Dois Terços. Só gente bacana para apreciar o local e o almoço delícia que o empreendimento ofereceu antes da entrevista.

Foto Genilson Coutinho (89)

Foto-Genilson-Coutinho-183

Foto-Genilson-Coutinho-205

Fotos: Genilson Coutinho

Para esse evento tivemos o apoio da Contexto Moda Criativa, que presenteou nosso convidado com uma camiseta linda e ao site Dois Terços, pela cobertura fotográfica. Fica aqui nosso agradecimento aos nossos parceiros e apoiadores!

Para acompanhar nosso conteúdo e as próximas edições, segue a gente no Instagram! O perfil é o @coletivominissaia.

Mercado

Fagner Bispo, estilista e produtor de moda.

Multitarefas é uma boa palavra para descrever Fagner Bispo. Quando comecei a escrever o título do post fiquei muito na dúvida de como intitulá-lo, já que ele faz mil e uma atividades: estilista, produtor de moda, stylist, figurinista, cenógrafo e vitrinista.

Eu o conheci durante a minha primeira participação na feira Expo de Moda, como estilista – ele apresentava suas criações nos desfiles da feira -, cenógrafo – era responsável pelo cenário da passarela – e produtor de moda – cuidava da pós produção dos desfiles das blogueiras. De lá para cá são alguns anos encontrando com ele em todas as edições do evento e em outros Salvador afora.  Fagner é figura certa no cenário de moda da cidade então não tinha como não convidá-lo para participar dessa minha série de posts sobre profissionais de moda baianos.

Moda e arte no começo da carreira

O curioso é que apesar de hoje estar totalmente envolvido no mundo  da moda, essa não era a sua pretensão incial. Com formação em Belas Artes pela Universidade Federal da Bahia – UFBa, Fagner queria trabalhar com artes e desenhos. Mas ainda na faculdade, conheceu a Cavalera e se encantou com o universo pop art que a marca trazia para seus produtos. Em 2002, a convite deles foi assistir o desfile na SPFW e na correria frenética do bastidores se deu conta de que queria viver daquilo. Então, se juntou a duas colegas na faculdade – que já tinham formação em moda – em um projeto para participar do Concurso de Novos Talentos do Barra Fashion. Sua função era apenas fazer as estampas, mas se envolveu tanto que acabou virando co-criador. Criaram uma marca chamada Telúrica, onde permaneceu trabalhando até 2007, quando decidiu seguir sozinho e deixou a marca para desenvolver projetos individuais.

fagner_bispo_02

Nos bastidores do Bahia Moda Design e com criação sua na passarela da Expo de Moda

As múltiplas atividades

Foi nessa época que produção de moda começou entrou na sua trajetória, em trabalhos ao lado de Tininha Viana, top produtora de moda em Salvador. Bahia Moda Design, Barra Fashion, Sarau do Brown, Expo de Moda e outros eventos importantes da cidade contaram com a participação do produtor. Hoje, ele é também o responsável pelo figurino do programa Clube da Alegria apresentado por Carla e em parceria com uma amiga, a Talita Sylos, e faz a produção de moda e figurino do cantor Xanddy, do Harmonia do Samba, além de assinar cenografia para vitrines em lojas como a Boah e a Vivire.

fagner_bispo_01

fagner_bispo_03

Preparando a vitrine da Vivire, as bolsas da série Não Tive Grana e em participação no programa Expresso da Moda da Rede Bahia

A faceta estilista a gente pode conferir todos os anos nos desfiles de abertura das feiras Expo de Moda e Made in Bahia, e com sua coleção de bolsas “Não tive grana. “A série de bags NÃO TIVE GRANA surgiu de uma brincadeira, queria presentear os amigos e parceiros de trabalho no Natal, mas estava sem dinheiro para tantas lembrancinhas” explica o estilista. “A intenção era fazer algo divertido, debochado, que são características marcantes em meus trabalhos, mas que ao mesmo tempo trouxesse também uma reflexão sobre consumo consciente.” Muito em breve, uma nova versão deve ser lançada.

Para quem quer trabalhar com moda em Salvador.

O mercado de moda em Salvador é complicado, mas Fagner acredita que isso acontece em todas as áreas, que tem que correr atrás. “Se a gente não fizer as oportunidades, não vai cair do céu. Eu sempre corri atrás, nada apareceu do acaso“. As dicas para quem quer aventurar nesse mercado? “O que vale é a persistência. Estude, acompanhe o que está acontecendo no mundo de uma forma geral, não só no contexto de moda, mas no contexto de arte e cinema, porque querendo ou não tudo envolve.”

Fotos: arquivo pessoal

Conheça outros profissionais e marcas de Moda em Salvador:

Suzana e Suzane Massena, modelos.
Algaszarra, a marca de bijuterias essencialmente baiana. 
Eventos

Coletivo Minissaia

Dizem que o ano só começa agora, depois do Carnaval. Para mim, ele já estava à todo vapor desde janeiro. Além de ser o último semestre da faculdade, assumi várias atividades para 2016 e entre elas está o projeto Coletivo Minissaia. Já falei várias vezes dele nas minhas rede sociais (segue lá, insta: @blogvitrinevirtual, fb.com/vitrine.virtual e snap: vitrinevirtual) mas ainda não tinha explicado direitinho aqui no blog, né?

Bloggers_ColetivoMinissaia_Fot-2

O CMS é a reunião de seis meninas – blogueiras de moda e comportamento – de estilos e personalidades diferentes, que juntas se propõem a discutir assuntos relevantes no cenários social atual: empoderamento, homofobia, consumo consciente, feminismo, etc. A ideia é se reunir a cada dois meses para um bate papo com personalidades do cenário cultural baiano e abordar esses e outros assuntos, tendo nós mulheres, formadoras de opinião, como protagonista, reforçando a ideia do empoderamento feminino. A discussão também continua online, em textos assinados na coluna semanal do site Dois Terços. Leia:

Slow fashion, desacelerando a moda
Representatividade – A importância de blogueiras negras na mídia
Oniomania: comprar compulsivamente pode ser doença
Gordofobia: até quando a moda fechará os olhos?

Vamos ter também as versões pocket itinerante em diversos eventos da cidade e, em breve, conteúdo para Youtube também. Inclusive, a primeira versão pocket acontece sábado, dia 13/02, n’A Feira da Cidade, nos Jardim do Namorados, entrevistando o intablogger John Drops. Depois da apresentação, vai rolar um piquenique com outros blogueiros e empresários criativos da cidade para comemorar essa estréia. Vai ser massa!

O projeto é de autoria do RP Rodrigo Almeida e conta com a participação de Aninha Varjão (Saia Plissada), Bruna Marconi (Blog Bruna Marconi), Marcele Neves (Sutiã de Bolinha), Nathália Luna (Tendencialist ) e Vanessa Ventura (Belícia) e eu! rs Além disso, temos importantes apoiadores entre profissionais e marcas baianas como o site Dois Terços, Use Contexto, Com Amor Dora, Bamp, by Aninha Acessórios, Jeferson Ribeiro, Aládio Marques, Vinícius Cerqueira, Super Vaidosa Esmalteria, A Feira da Cidade, Junior Bonfim e Valéria Kaveski.

A gente está só começando! Pode esperar que vem muita coisa boa por aí!!

Estudos

Curso de Costura em Salvador – Ateliê Lull

Como vocês sabem, tô cursando a faculdade de moda e junto com ela decidi fazer alguns cursos livres e de extensão para complementar o conhecimento. Um deles – já fiz marketing de moda e desenho de moda – é o de costura. Escolhi o curso de costura do Ateliê Lull aqui em Salvador, muito bem indicado por diversas pessoas.

curso-de-costura-salvador-atelie-lull01

Em junho de 2014 eu comecei o curso de graduação em Design de Moda. Não sei como é em outras faculdades, mas na que eu estudo a gente não tem qualquer aula de costura.  A justificativa é que o foco do curso é aprender, a partir de pesquisas e estudos, criar uma coleção de moda, definir formas, cores, texturas e materiais, mas não exatamente executar essa coleção. Você pode até saber costurar, bordar, etc. , mas não é imprescindível, uma vez que o fazer a roupa é papel de profissionais da costura.  Mas eu achei que valia a pena correr atrás de aprender no mínimo algumas noções básicas.

Escolhi fazer aulas no Ateliê Lull , com a professora Sara Moura, porque além de ter ouvido super bem sobre ele, tem um formato que atende bem aos meus objetivos. É um curso livre, ou seja, não tem começo, meio e fim. Você se matricula e faz pelo tempo que achar necessário. Eu faço uma vez na semana, mas você pode escolher fazer duas vezes.

curso-de-costura-salvador-atelie-lull03

Eu já tinha dito contato com máquina de costura algumas vezes, mas foi tão rápido e superficial que para mim foi como começar do zero mesmo. Ainda precisava aprender como manusear a máquina, colocar a linha, me acostumar com pedal e controlar a velocidade da costura… Justamente por isso que as primeiras peças que fazemos são as indicadas pela professore. São projetos simples, para você começar a criar intimidade com o processo mesmo: uma almofada, uma ecobag, uma necessaire e um porta joias. Depois, você começa a trazer seus próprios projetos e ela te ajuda a por em prática, orientando a tirar o molde, cortar e montar as peças.

As minhas primeiras costurar não ficaram lá essas coisas! Tive certa dificuldade em fazer a costurar circular, colocar viés e outras coisinhas mais. Mas hoje eu me sinto bem mais capaz de pegar um roupa e tentar reproduzir. Já fiz uma blusa e um short, que inclusive foram apresentados em um trabalho da faculdade. Ainda tem uma blusa e um jogo americano a caminho, mas estou de recesso.. ;) Quem me segue no Snapchat sempre acompanho um pouco das minhas aulas (segue lá, é vitrine.virtual)

curso-de-costura-salvador-atelie-lull02

O ateliê é lindo, super inspirador, cheio de detalhes fofos. A gente leva nosso material – tecidos, linha, tesouras, fita métrica, etc – mas também tem outras coisas por lá para dar um suporte.  Além disso, o clima da aula é super divertido, nem parece que é aula! Parece mais um encontro de amigas para costurar juntas e por a conversa em dia. Muito bom! Ah! Eles oferecem curso de Desenho de Moda também!

Serviço:

Ateliê Lull – Costura

Onde: Travessa Lydio de Mesquita, 48 – Rio Vermelho

Contato:  (71) 92737105 ou 87399877.

Eventos

Agenda da Semana – 07 à 12 de Dez.

Oficialmente de férias! E depois de uns dias para por as coisas e ordem e me recuperar de uma torção no tornozelo, é hora de voltar e tirar a poeira desse blog! Vamos começar com a agenda para essa semana, que está meio cortada, já que temos um feriado local amanhã (dia 08/12 é feriado aqui em Salvador, dia da padroeira da cidade, Nossa Senhora da Conceição da Praia).

Na verdade, essa semana teremos dois compromisso: uma na sexta e outro no sábado. Anota aí eu que todo mundo pode participar de ambos!

Sexta – 11/12

Vic Ceridono desembarca em Salvador para uma sessão de autógrafos de seu livro , Dia de Beuaté – um guia de maquiagem para vida real  – na Storestudio Shopping Paseo, à partir das 18h. Quem duvida que vai lotar?? Estarei lá com meu livrinho na mão para ganhar o autógrafo!

A organização do evento está por conta das queridas Marcele Neves e Kelly Pinheiro, dos blogs Sutiã de Bolinha e Chic Fashion Trends.

artecidades

O quê: Lançamento do Livro Dia de Beauté

Quando: 11 de dezembro, sexta-feira

Horário: 18h

Local: Storestudio, no Shopping Paseo Itaigara (piso térreo)

Sábado – 12/12

A Made in Bahia, feira de moda pronta entrega, começa no feriado dia 08 e vai até dia 13 de dezembro.  Todos os anos estou lá, batendo ponto no Desfile dos Fashionistas. Junto com outros blogueiros e jornalistas de moda, vamos montar looks garimpados na feira e desfilar pra vocês. A feira é aberta ao público e vai ser ótimo contar com a presença de vocês por lá no dia do desfile (12/12)! Apareçam!

 O quê: Feira Made in Bahia

Quando: 08 à 13 de Dezembro

Horário: Terça à sábado, das 15h às 22h; Domingo, das 14h ás 21h

Local: Arena Fonte Nova

Estudos, Moda

Curso de Desenho de Moda no Senac BA

Esse semestre tem passado tão rápido e tão cheio de atividades e compromissos que eu acho que nem comentei aqui que iria fazer um curso de desenho de moda. Quem me segue no Instagram acompanhou um pouquinho da minha evolução, já que compartilhei algumas fotos dos desenhos que fiz durante as aulas. Mas essas aulas não fazem parte da faculdade não, é um curso extra que fiz no Senac-BA.

Não muito tempo atrás fiz um post mostrando onde dá para estudar moda aqui em Salvador e indiquei o Senac como um das opções. Aproveitei para ficar de olho na programação deles e assim que vi matrículas abertas para o Curso de Técnicas em Desenho de Moda corri para me inscrever. Foram 23 aulas, todos os dias, de 14h às 18h na unidade do Aquidabã, onde se concentram a maior parte dos cursos na área de Moda. Pois bem, cheguei lá desenhando praticamente nada e saí suuuper feliz querendo desenhar tudo, e o melhor, conseguindo! Ok, ainda não sou nenhuma top ilustradora, mas como tudo na vida, desenho também é prática e sei que quanto mais eu treinar, melhor vai ficar.

Desenho-De-Moda-Curso-Senac-BA

A medida que as aulas vão passando, a gente vê de forma muito nítida a nossa evolução. O desenho da primeira lição é uma alegria, porque conseguimos ir além do “bonequinho de palitinho” e fazemos um corpinho mesmo, o que sem as técnicas eu não conseguiria fazer.  A cada novo desenho, o traço vai ficando mais natural. Aprendemos novas posições – a pessoa de lado, caminhando, de costas… – e sempre praticando, repetindo e repetindo. Fizemos 6 desenhos base diferentes e a cada um deles íamos aprendendo a vestir, prestando atenção nos detalhes das roupas, especialmente o movimento que o tecido faz quando a pessoa está em movimento.

Aprendemos também a desenhar rosto, e eu nunquinha na vida achei que conseguiria desenhar um rosto que não fosse no esquema emoticon: dois pontos para os olhos e um parênteses para a boca! kkkkkkkk As últimas aulas – minhas preferidas – foram dedicadas à pintura, usando canetas hidrocor e aquarela (a tinta mesmo e também o lápis aquarelável). Pense em uma pessoa feliz, parecendo uma criança brincando de colorir! Gostei tanto que ao final do curso eu já saí  comprando pincel e tintas para praticar em casa.

Desenho-De-Moda-Curso-Senac-BA(2)

Desenho-De-Moda-Curso-Senac-BA(3)

O fato é que depois desse curso eu tenho certeza que qualquer pessoa é capaz de desenhar! É sério! Todo mundo na minha turma conseguiu desenhar. Algumas pessoas já tem uma habilidade maior, um poder de observação melhor e consegue ser mais detalhista na hora de reproduzir a imagem. Outros já praticavam em casa e tiveram certa facilidade. É natural, algumas pessoas tem certas habilidade e outras não, mas com prática todo mundo pode desenvolvê-las. Os traços são diferentes, cada um tem seu estilo de desenho e não podemos querer que o nosso fique exatamente igual ao de outro. Com o tempo a gente vai percebendo qual o nosso jeito de desenhar e melhorando o nosso traço.

Eu amo ilustração de moda  (lembram do post das ilustradoras para seguir no insta e do quadrinho que decorei meu quarto?), sempre quis desenhar as minhas ilustrações e acho que o curso é muito válido mesmo para quem tem esse mesmo desejo que eu.  Não sei quando o Senac vai abrir outra turma de desenho, mas novos cursos estão com matrículas abertas como Consultoria de Imagem, Visual Merchandising, Modelagem, Customização e Vitrinismo (que já estou matriculada e ansiosa para começar!). Acessem o site para saber as informações direitinho. Aproveitem! Aprender é sempre muito bom!

Estudos, Moda, Sem categoria

Onde estudar Moda em Salvador

Conforme já contei aqui no blog, em junho passado voltei à faculdade, desta vez para estudar Moda. Quando tomei a decisão, já tinha em mente onde iria estudar, pois a maioria dos meus amigos que se formaram na área passou pela mesma faculdade que estudo hoje e alguns deles me indicaram como uma boa opção. Mas isso não quer dizer que ela seja a única! Infelizmente, Salvador não tem uma variedade enorme como São Paulo ou Rio de Janeiro, mas se você está pensando em estudar na área, sei de cinco instituições que oferecem o curso para você se decidir. Vou listá-los e para mais informações como endereço, turno, grade curricular, preços, etc, clica no nome da instituição que colocarei o link direto para o site deles.

Onde-Estudar-Moda-em-Salvador01

 1. Unifacs

O curso da Unifacs é de Graduação Tecnológica em Design e Gestão de Moda e tem duração de 02 anos. A grade curricular abrange matérias teóricas e praticas, tanto voltadas para área técnica – modelagem, materiais, metodologia visual – como também para a área de gestão – comportamento de consumo, marketing de moda, desenvolvimento em negócios.

2. UniJorge

Aqui o curso também é Tecnológico, com duração de 02 anos. Pela grade curricular dá para notar que é mais focado no ensino das matérias de Design, tendo apenas uma matéria voltada para gestão no último semestre. Em compensação, tem matérias que parecem super interessantes para agregar, como fotografia de moda, figurino e moulage, por exemplo.

3. Unime

Também curso tecnológico com duração de dois anos. A grade curricular tem matérias técnicas e também de gestão, mas para mim o destaque é uma matéria do quarto semestre: ilustração de moda! #tambémquero <3

4. Unirb

Mais um tecnológico, mas com duração maior, 03 anos. Tem a grade curricular que achei mais interessante de todos: História da Moda em dois semestres, estamparia, bordado, modelagem plana e em malharia, lavanderia têxtil e até estágio supervisionado! Mas o curso ainda está em formação para a primeira turma, com inscrições para o vestibular abertas.

5. Senai

Eles oferecem o curso de Técnico em Vestuário, voltado para a aprendizagem de confecção de moda. Atualmente o ingresso é através do Pronatec, sem previsão de turmas pagas. Eles também costumam ter cursos de extensão, de menor duração, mas infelizmente no momento também não há previsão para novas turmas. OBS: O site é super confuso, não consegui achar as informações, então sugiro que quem se interessar, ligue pra lá!

Terminada a lista de cursos de graduação, vamos aos cursos livres e de extensão, aqueles de menor duração, com temas específicos.

  •  Senacaqui em Salvador, o  Senac  abre algumas turmas na área: marketing de moda, corte e costura, modelagem e desenho. Tem cursos gratuitos – dentro do programa de gratuidade deles com os devidos requisitos – e cursos pagos.
  •  Ateliê Lull: outra opção na cidade é o o Ateliê Lull, que oferece cursos de costura e desenho de moda para iniciantes, com aulas que não tem duração definida, você cursa até ficar satisfeito com seu desempenho.
  • Priscila Seijo: para quem curte consultoria de imagem, Priscila, que é professora do curso de Estética da Universo, dá aulas individuais e em grupos de Consultoria de Imagem e Análise Cromática.

Como já contei aqui, estudo na Unifacs e minhas impressões sobre o curso e tudo você acompanha na série Diário de uma Estudante de Moda, que volta à ativa semana que vem, quando começa as aulas do meu 2º semestre.

Para um próximo post, farei uma lista de onde estudar moda à distância e conto minha experiência com um desses. Espero que ajude quem está se decidindo por estudar Moda aqui na cidade e precisa de mais informações. Lógico que podem ter outros cursos que desconheço, mas acredito que entre as universidades esses são os principais. E quem souber de outros cursos livres e de extensão, dá a dica nos comentários! O post fica mais legal e completo com a colaboração e vocês!

Atualizando: Em 2016, surgiu mais uma opção na cidade, a Escola Baiana de Arte e Moda. Conto mais sobre a escola neste post aqui.