Arquivo da tag: carreira

Mercado, Moda

Ana Fernanda, consultora de imagem e estilo

Dentre a várias possibilidades de trabalho que a Moda oferece, consultoria de moda e estilo é uma das mais conhecidas. Acho que só perde mesmo para estilista! Não é uma área fácil aqui em Salvador, mas tem gente que adora e aposta na profissão, como é o caso da Ana Fernanda. 

consultora_de_imagem_ana_fernanda_profissao_salvador_03

A gente tem uma história mais ou menos parecida porque ela também tem uma outra formação profissional anterior à Moda. A Ana é jornalista e trabalha em horário comercial com o terceiro setor e nas horas vagas ela atende às suas clientes da consultoria de imagem. A dedicação à moda não é total ainda, não dá para viver só dela. Além disso, Ana passou por questionamentos do tipo “será que é certo deixar de lado uma carreira mais tradicional e já consolidada para tentar algo novo?”, “o que as pessoas vão falar?”.  Mas passado esses obstáculos, ela optou por seguir o seu sonho e encarar o mercado de Salvador, que não é muito aquecido, mas tem sua demanda.

Ana explica que escolheu por atuar neste área pois entendia que mesmo a cidade não sendo um polo têxtil e não tendo uma efervescência fashion, sempre vai haver pessoas que desejam identificar e aperfeiçoar seus estilos para a carreira ou mesmo para a vida pessoal. Hoje, ela trabalha com um público que em sua maioria é formado por mulheres comuns, já no mercado de trabalho, com uma vida corrida e que não tem muito tempo ou segurança para cuidar do próprio estilo, mas precisa de uma boa apresentação.  “São pessoas que precisam aprender a se vestir melhor para uma entrevista de emprego, que vão mudar de cidade e precisam de um novo guarda-roupa, que trocaram de carreira e querem adequar seu guarda roupa a este novo cargo, que vão viajar para o exterior no frio e não sabem arrumar uma mala.”

consultora_de_imagem_ana_fernanda_profissao_salvador_02

O trabalho segue um roteiro mais ou menos comum a todos os atendimentos: uma entrevista inicial com o cliente, para identificar a sua demanda. Então, ela elabora um plano de ação, que pode ser:  identificação do estilo pessoal (o que eu gosto x o que eu preciso usar), analise de silhueta e analise de coloração pessoal; composição de looks; lista de compras para potencializar o que já tem, ou tudo isso junto. Então ela apresenta um cronograma de encontros para trabalhar as questões com o cliente.  Ana conta que a lista de compras é a última hipótese, pois ela prefere trabalhar com suas clientes “a olhar com mais consciência para o que tem no guarda-roupa, mais consciência no comprar e no vestir.Ao final, todo mundo sempre recebe um produto que sirva como material de consulta, que pode ser uma paleta de cores, um lookbook, um caderno de orientações de como se vestir. E ela fica sempre a disposição para eventuais dúvidas e até gosta de receber esse feedback das clientes. “É interessante ter um acompanhamento, um retorno das clientes pós consultoria, para saber se aquilo esta funcionando na vida real.

Para quem gostaria de seguir a carreira, a dica é estar sempre estudando. Ela acredita que não existe um curso ideal, cada uma dá uma bagagem diferente, um conteúdo específico. É importante ampliar o repertório imagético, além da área de moda, não ter preconceitos. “Nem sempre o seu estilo é o da cliente, é preciso encontrar esse lugar de respeito ao .gosto da cliente, O que vale é o conforto da cliente, a prioridade é ela, não você.

consultora_de_imagem_ana_fernanda_profissao_salvador_01

Além de tudo isso, Ana ainda compartilha seus conhecimentos com um evento mensal lindo chamado Oficina de costura básica Justa Saia: moda, costura e sustentabilidade. Um bate papo sobre o impacto da industria da moda, ao mesmo tempo que cada uma costura sua própria saia, e que acontece no terceiro final de semana de cada mês. Ela sempre passa todas as informações no seu blog, onde você também encontro dicas e textos sobre também: canseideserbasica.com.br. Vai lá visitar e conhecer mais sobre a Ana! ;)

Fotos: Reprodução

Para conhecer mais profissionais de moda em Salvador:

Fagner Bispo, estilista e produtor de moda.

Suzana e Suzane Massena, modelos.

Mercado

Fagner Bispo, estilista e produtor de moda.

Multitarefas é uma boa palavra para descrever Fagner Bispo. Quando comecei a escrever o título do post fiquei muito na dúvida de como intitulá-lo, já que ele faz mil e uma atividades: estilista, produtor de moda, stylist, figurinista, cenógrafo e vitrinista.

Eu o conheci durante a minha primeira participação na feira Expo de Moda, como estilista – ele apresentava suas criações nos desfiles da feira -, cenógrafo – era responsável pelo cenário da passarela – e produtor de moda – cuidava da pós produção dos desfiles das blogueiras. De lá para cá são alguns anos encontrando com ele em todas as edições do evento e em outros Salvador afora.  Fagner é figura certa no cenário de moda da cidade então não tinha como não convidá-lo para participar dessa minha série de posts sobre profissionais de moda baianos.

Moda e arte no começo da carreira

O curioso é que apesar de hoje estar totalmente envolvido no mundo  da moda, essa não era a sua pretensão incial. Com formação em Belas Artes pela Universidade Federal da Bahia – UFBa, Fagner queria trabalhar com artes e desenhos. Mas ainda na faculdade, conheceu a Cavalera e se encantou com o universo pop art que a marca trazia para seus produtos. Em 2002, a convite deles foi assistir o desfile na SPFW e na correria frenética do bastidores se deu conta de que queria viver daquilo. Então, se juntou a duas colegas na faculdade – que já tinham formação em moda – em um projeto para participar do Concurso de Novos Talentos do Barra Fashion. Sua função era apenas fazer as estampas, mas se envolveu tanto que acabou virando co-criador. Criaram uma marca chamada Telúrica, onde permaneceu trabalhando até 2007, quando decidiu seguir sozinho e deixou a marca para desenvolver projetos individuais.

fagner_bispo_02

Nos bastidores do Bahia Moda Design e com criação sua na passarela da Expo de Moda

As múltiplas atividades

Foi nessa época que produção de moda começou entrou na sua trajetória, em trabalhos ao lado de Tininha Viana, top produtora de moda em Salvador. Bahia Moda Design, Barra Fashion, Sarau do Brown, Expo de Moda e outros eventos importantes da cidade contaram com a participação do produtor. Hoje, ele é também o responsável pelo figurino do programa Clube da Alegria apresentado por Carla e em parceria com uma amiga, a Talita Sylos, e faz a produção de moda e figurino do cantor Xanddy, do Harmonia do Samba, além de assinar cenografia para vitrines em lojas como a Boah e a Vivire.

fagner_bispo_01

fagner_bispo_03

Preparando a vitrine da Vivire, as bolsas da série Não Tive Grana e em participação no programa Expresso da Moda da Rede Bahia

A faceta estilista a gente pode conferir todos os anos nos desfiles de abertura das feiras Expo de Moda e Made in Bahia, e com sua coleção de bolsas “Não tive grana. “A série de bags NÃO TIVE GRANA surgiu de uma brincadeira, queria presentear os amigos e parceiros de trabalho no Natal, mas estava sem dinheiro para tantas lembrancinhas” explica o estilista. “A intenção era fazer algo divertido, debochado, que são características marcantes em meus trabalhos, mas que ao mesmo tempo trouxesse também uma reflexão sobre consumo consciente.” Muito em breve, uma nova versão deve ser lançada.

Para quem quer trabalhar com moda em Salvador.

O mercado de moda em Salvador é complicado, mas Fagner acredita que isso acontece em todas as áreas, que tem que correr atrás. “Se a gente não fizer as oportunidades, não vai cair do céu. Eu sempre corri atrás, nada apareceu do acaso“. As dicas para quem quer aventurar nesse mercado? “O que vale é a persistência. Estude, acompanhe o que está acontecendo no mundo de uma forma geral, não só no contexto de moda, mas no contexto de arte e cinema, porque querendo ou não tudo envolve.”

Fotos: arquivo pessoal

Conheça outros profissionais e marcas de Moda em Salvador:

Suzana e Suzane Massena, modelos.
Algaszarra, a marca de bijuterias essencialmente baiana. 
Mercado, Moda

Suzana e Suzane Massena, modelos.

Para esse novo ano do blog, uma das minhas vontade era de trazer um conteúdo voltado para o mercado de moda em Salvador. Falar das marcas e profissionais daqui, contar um pouco dessas história. Para a estreia desse projeto tive a alegria de contar com a participação de não somente uma, mas duas profissionais baianas que estão trilhando um belo caminho nesse mundo que a gente adora. Convidei as modelos e gêmeas Suzana e Suzane Massena para contar um pouco sobre o trabalho e a história delas.

Acredito que não seja muito fácil ser modelo aqui em Salvador. O mercado é pouco aquecido, não se vê muitas marcas locais – que já são poucas, a maioria é franquia – investindo em campanhas e editoriais. Os veículos de comunicação voltados para a moda também são poucos e aí só sobra o mercado publicitário, que não é bem o que um modelo fashion quer, né? Daí que quando a gente vê alguém se destacando e fazendo bons trabalhos é de se admirar! É o caso de Suzana e Suzane.

massenas01

Elas são gêmeas e isso por si só já uma coisa que chama atenção. E são negras, com olhos puxados e um lindo cabelo black, características que infelizmente não se vê muito nas revistas e passarelas afora. Talvez por isso elas chamaram a atenção de Anna Dello Russo e ficaram para os quatro dias de ensaio – elas tinha sido chamadas para apenas um – que a editora da Vogue Japão fotografou em Salvador, no início de 2013. O resultado foi conferido nas edições de fevereiro de 2013 das Vogue Brasil e Japão. Em maio do mesmo ano foi a vez de fotografar ao lado de Naomi Campbell também para a Vogue Brasil.

massenas03

 

O começo

Mas a história não começa aí, não. Desde pequenas elas já tinham o sonho de seguir os passos da irmã mais velha, Suellen, também modelo. Aos 11 anos elas a acompanhavam nos testes e participavam de concursos de beleza. “Começamos com os concursos de beleza black mirim, fazíamos bastantes desfiles! Eram simples mas muito importante para nós que tínhamos um sonho de se tornar uma modelo reconhecida e de fazer grandes desfiles“, explica Suzana.

Aos quatorze anos, o destino deu um super empurrãozinho na carreira das meninas quando a produção da Xuxa – essa mesma, a rainha dos baixinhos – estava a  procura de meninas com o sonho de seguir carreira de modelo. Elas receberam o convite para desfilar no Monange Dream Fashion Tour e ainda ganharam de presente um book, que foi realizado em São Paulo.

Eu bem me lembro quando comecei a participar dos primeiros desfiles da Made in Bahia e Expo de Moda aqui em Salvador. Elas eram super disputadas, todo mundo queria as gêmeas para desfilar. Em pouco tempo já não tínhamos mais porque disputar já que as meninas foram para São Paulo e daí um monte de coisa boa foi aparecendo.

massenas02
Capa da Elle South Africa e editorial na Marie Claire também sul africana.

 

Os trabalhos e planos para o futuro

Elas já estiveram – e ainda estão! – nos lookbooks da Farm, nas passarelas do Fashion Rio e São Paulo Fashion Week, Semana de Moda de Nova York, e uma recente temporada na África do Sul rendeu muitos trabalhos, entre eles a capa desse mês na Elle e um editorial na Marie Claire naquele país. “ A experiência de conhecer outros países é incrível, você aprende línguas e culturas diferentes e a conviver com pessoas com costumes diferentes do seu“, conta Suzana.

Quando pergunto quais o próximos passos e trabalhos que vêm pela frente Suzana diz que a ideia é “prosseguir com a carreira internacional e levar meus pais para morar conosco em São Paulo“. Quanto aos trabalhos, “preferimos fazer um pouco de suspense e nunca mostrar antes do tempo. Mas vem coisa boa por ai!” A gente fica muito na torcida para ver essa dupla cruzando as passarelas internacionais e estampando páginas e capas das revistas gringas!

Para acompanhar o trabalho das meninas, você pode curtir a fanpage delas no Facebook (aqui).