Mob para C&A: como foi.

Era para eu ter acordo às 7:30, para estar no shopping às 8:00 para a compra antecipada da Mob para C&A. Mas assim como aconteceu com PatBo, deu preguiça e eu desisti de ir tão cedo. A Bruna foi na pré-venda na loja do Iguatemi São Paulo e passou o maior perrengue! Uma confusão louca de gente pegando tudo que via pela frente, só por se tratar de uma parceria com uma “marca”. E ela que não esperava essa comoção toda, desanimou e não levou nada. Já aqui em Salvador, peguei uma loja tranquila às 10h da manhã. Fui no horário normal e tinha um bom movimento, mas sem correria, peças arrumadas nas araras e opções de tamanhos e modelos suficiente, apesar de algumas peças nem terem vindo para a loja (a saia de tweed bordada, a de pedraria e o tricô vinho).

Olha, vou confessar uma coisa para vocês: eu tenho preguiça provar tudo para fotografar e por aqui no blog. Ah, gente! Tem que ter muito saco para tirar o botar roupa a manhã toooda e ainda ter que ir e vir no provador porque não tem como você entrar com todas de vez. Eu acabo escolhendo as que eu de fato compraria e levo pra provar. Peguei algumas que gostei e fui lá ver se dava em mim. Acabei levando uma blusa – cinza com mangas pretas – e uma saia verde e minha mãe – que me acompanhava – levou uma camisa estampada. Experimentei a calça com estampa de cobra, mas não ficou muito bom… tentei outras blusas, mas também não rolou sentimento, como diria Paula Magalhães.

MOB-para-C&A-Como-Foi

Tinha coisa bonita, tinha sim. Mas como a Bruna disse, quando conversamos sobre nossas experiências, era tudo com cara de roupa da própria C&A. Poucas peças eram diferenciadas, tipo coisa que nunca vejo por lá. Fora os preços de algumas coisas como as calças: R$169 é dose, né? E vou te falar um negócio, além de rolar a velha remarcação de preço nos produtos que sobram – a Bruna contou que no Shopping Eldorado tem camisa PatBo por R$69 e eu vi no Salvador Shopping a saia bordada por R$79,90!!! – a C&A tem o hábito de depois lançar na sua coleção regular algumas peças muito parecidas com as que vemos nessas parcerias. Um dia ainda vou parar para pesquisar e fotografar. kkkkkk

Ou seja, não vale a pena ficar louca e sair comprando tudo só porque é parceria com marca “famosa”. Essa desespero não é saudável, gente! A gente fala isso aqui mil vezes e vamos sempre repetir porque é isso que nós duas achamos: compre porque você precisa, porque ficou lindo em você, porque complementa seu armário, porque cabe no seu bolso e você sabe que vai usar, que cabe na sua rotina, no seu dia a dia. Ou seja, faça um compra consciente, ok?

JPG colcci 468x60
13
mar

MOB para C&A

Ok, eu sei que estou um pouco atrasada na notícia. Todo mundo já comentou desde a semana passada, mas mesmo assim eu tinha que dividir a notícia aqui no blog. A C&A anunciou a sua primeira parceria do ano, a MOB, marca paulista que existe desde 1989, naquela época com outro nome.

MOB-CeA01

Aqui em Salvador não tinha MOB até o ano passado. Eu não conhecia a marca e a primeira vez que entrei na loja, apesar de ter achado tudo muito lindo, já vi que não voltaria porque os preços eram bem acima do que eu tenho disponibilidade para pagar. Meses depois eu vim a saber mais sobre a marca – que até 2004 se chamava Mobetah – porque minha professora do curso de Marketing de Moda do SENAC-SP trabalhou com elas nessa mudança de imagem e nome.

A marca é jovem, com roupas atuais, mas muita estampa bonita. Nunca dei muita bola para marca porque além de só ter uma loja aqui na cidade, – e em um shopping que eu quase não vou – eu passava reto pela porta por conta dos preços. Maaaaaass, aí fui pesquisar para fazer esse post e descobri que eles vendem online no Shop2gether (clique aqui)! E eles estão em liquidação com preços acessíveis! Veja bem, eu disse acessíveis e não baratos, ok?

MOB-CeA02

MOB-CeA03

Daí eu penso assim: eles estão fazendo um coleção parceria com uma loja de departamento, e portanto, os preços devem ser mais baratos, né? Aliás, devem ser inclusive mais baratos que os preços da liquidação da própria marca, afinal, se for a mesma coisa, melhor esperar para comprar na liquidação da própria marca, certo? Esperamos que sim! É aguardar para saber…

MOB-CeA04

A coleção vai ter 110 peças, com muito couro, alfaiataria e estampas. Serão releituras das melhores peças da marca – ou seja, nada original, vão ser peças que quem é cliente da marca, já viu e já deve ter em casa – e também acessórios e uma linha infantil. Chega a 71 lojas das rede C&A no dia 13 de março e a modelo da campanha é a Ana Cláudia Michels. Assim que eles liberarem mais fotos da coleção a gente posta aqui na nossa fanpage.

15
fev

PatBo para C&A: a saga

Eu meio que tinha estabelecido para mim mesmo que não ia mais enfrentar nenhum lançamento de coleção parceria da C&A. Isso porque na maioria das vezes é uma guerra! Parece que é um monte de mulher faminta vendo comida pela primeira vez em meses! Mas a minhas últimas experiências – Issa e Cavalli – foram tão tranquilas que achei que talvez eu devesse ir dessa vez.  #ledoengano Ainda mais que a PatBo fez uma coleção bem bonita e eu estava curiosa para ver se de perto era tão bonito quanto nas fotos.

Pois bem, me inscrevi na compra antecipada, que acontece antes da loja abrir, mas acabei desistindo de ir por pura preguiça de acordar cedo. Mas como tinha um compromisso de trabalho ás 10:30 no shopping, cheguei às 10:00 para tentar conferir o negócio lá antes de ir para minha reunião.

Gente, eu cheguei uma hora após a abertura da loja e as araras já estavam vazias! A mulherada enlouquecida enchia sacolas e sacolas com as roupas e uma amiga ficava segurando enquanto a outra entrava no provador com o limite de peças para experimentar. Eu vi gente com quatro, eu disse QUATRO, sacolas cheia de roupas esperando para entrar no provador! Tinha um senhora – muito gente boa e simpática por sinal e que me ajudou a achar meu vestido (Valeu aê, tia!) – que estava com algumas peças esperando a filha vir do trabalho para provar! kkkkkk

Diante dessa tática de guerrilha, eu tive que entrar na dança. Fui para a porta do provador ver se tinha alguém descartando o vestido que eu queria. Fiquei sentadinha lé e sempre que alguém saia com um – qualquer que fosse a cor – eu perguntava se ela ia ficar e qual o tamanho. Até que a moça das quatro sacolas disse que não ia ficar com o tamanho 42 que tava com ela, que já tinha sido passado à ela por uma outra menina que conheci lá, leitora do blog, inclusive, (esqueci de perguntar seu nome, mas um beijo pra você! kkkk) e passou para mim. Quando eu ia provar, a tia que estava esperando a filha viu o vestido na cor que eu queria – verde – não mão de uma menina. Corri lá e perguntei se ela ia ficar e ela disse que não, mas que outra moça tinha pedido antes. Só que ela não achou a dita cuja e ela ia dar pra mim quando uma senhora tomou o vestido da mão dela antes de mim o_o Ela estendeu o vestido na minha direção, eu ia até ela pegar e moça passou na minha frente e pegou! Fiquei passada! kkkk Sem reação mesmo! No final das contas ela provou, não ficou com o vestido e acabou passando para mim. E aí eu consegui o vestido que eu queria, na cor que eu queria, só que um número maior. Mas não tem problema porque mesmo sendo 40 coube sem ficar folgado demais.

patbo-c&a-vestido

Além desse vestido – que provei o verde e o estampado, mas tinha branco e rosê também (quedizê, teve mas não tinha mais quando chegeuei) – também experimentei outros vestido e algumas camisas. A confusão era tanta, que nem me lembrei de fotografar. O que posso dizer é que eu gostei da coleção. Pessoalmente as peças era sim bem bonitas. O tecido… é tudo poliéster né, gente! Mas ao menos eram macios, não tinha cara de tecido vagabundo, sabe? Os bordados bonitos e pareciam bem feitos, daqueles que a gente não fica com medo de descosturar tudo. Só vi descosturado em uma clutch abandonada perto do caixa e uma camisetinha. Os caimentos estavam bem bons, as peças me vestiram bem, todas que experimentei. Quanto aos acessórios, nem vi direito. As clutches sumiram, as rasteira eu nem vi a cor! Sobraram sandálias preta e nude – que estavam bem bonitas – e uns brincos e cintos que achei ok.

Resumindo: gostei bastante da coleção! Acho que o vestido que eu comprei vale o que paguei. Fiquei bem feliz com a minha compra apesar de toda essa confusão para conseguir! kkkk Mas acho que não volto a encarar um lançamento assim de novo não!

19
nov

A saga da Miu Miu inspired

Como a gente tem sempre recebido leitoras novas, vou repetir pela milionéssima vez aqui no blog que eu adoro bolsas! Como sempre digo: se rica eu fosse, seria a louca das bolsas! E sim, eu tenho minha lista de it bags desejo, aquelas que eu compraria, se pude$$e. Daí porque sempre que acho uma inspired por aí eu acabo comprando.

Lógico que eu tenho modelos que não são inspiradas e nenhuma it bag, mas é algo meio inconsciente meu olho brilhar por modelos de marcas como Chanel,  Chloé e Celine… Entre as minhas preferidas está a Bow da Miu Miu. Desde que vi pela primeira vez eu me apaixonei e procurei muito por uma semelhante no mercado nacional.

Mas na época ainda era difícil achar, até porque as fast fashions brasileiras ainda não estavam investindo muito em tendências e inspireds. Sendo assim, recorri ao querido Ebay e comprei uma made in china, bem baratinha: U$28,00, se não me engano. Ela chegou super rápido, considerando que veio da Ásia, e eu amei! Sabia que não tinha grande qualidade, mas a cor era bonita e era do jeito que eu queria: extamente o mesmo modelo, porém sem o logo da marca, porque aí eu não curto não. Usei um tantão, mas acabei guardando ela por um bom tempo, porque eu sempre alterno minhas bolsas.

O problema veio alguns meses depois quando fui pegá-la para usar novamente: o “couro” estava esfarelando todo. Na hora fiquei triste e super chateada, porque eu adoro ela, mas não teve jeito. Eu sabia que mais cedo ou mais tarde ela ia começar apresentar defeitos, afinal, por esse preço… Aí começou minha saga para encontrar uma substituta!

Já tinha visto uma inspired na Renner tempos atrás, mas a essa altura já não ia achar mais. Vi na Brooksfield Donna, na mesmíssima cor que a minha, mas custava R$700,00! Ja tava até considerando juntar meus caraminguás para comprar  - já que é couro e tal ia durar a vida toda, eu ia usar bastante e o CPU ia valer a pena – , mas a C&A apareceu pra me salvar!! Olha lá o mesmo modelo, por R$99,00!! A principio não achei na mesma cor que a minha, só tinha bege claro. Depois de alguns dias achei com uma cor semelhante.

Tudo isso para dizer que: 1) eu queria dividir com vocês a alegria de ter encontrado a bolsa! 2) eu sou super a favor das inspireds, mas que acho que não vale a pena comprar essas chinesinha do Ebay, porque mesmo não tendo muito prejuízo – já que é baratinha – a gente acaba perdendo o produto depois. E se a gente gosta muito dele, fica a frustração. Melhor procurar por uma que, ainda que um pouco mais cara, tenha certa qualidade. A não ser que você não goste muito da bolsa e não se importe se ela estragar no futuro… Essa da C&A com certeza é couro sintético, mas pelo histórico de outras bolsas da loja que eu tenho, sei que não esfarela. E vocês, o que acham de comprar bolsas baratinhas da China?

28
ago