Arquivo da tag: biquini

Compras

05 marcas de biquínis minimalistas para você conhecer

Estamos no auge do verão e se você ainda está a procura de um biquíni novo para chamar de seu, se prepara que o post de hoje tem uma listinha bem bacana com marcas que fogem do comum quando o assunto é moda praia. Juntamos 05 marcas de biquínis minimalistas para você conhecer.

Quem acompanha o blog, sabe que eu amo um estilo mais limpo no jeito de vestir e até na hora de ir à praia eu procuro imprimir esse estilo no que eu uso. Mas por incrível que pareça, encontrar um bom biquíni básico, em cores neutras, não é uma tarefa tão fácil assim. A brasileira tem muito isso de curtir estampas e cores super fortes na moda praia, então a maioria das marcas no segmento trabalham com padronagens mega coloridas. Aí soma-se o fato de modelagens super elaboradas e cheias de recortes estarem “na moda” atualmente e pronto. A missão de achar biquínis e maiôs com um ar mais clean e moderno no shopping é quase uma missão impossível.

Mas é por isso que eu amo a internet! Aqui é onde estão as marcas novas, aquelas que estão começando, pequeno, mas cheias de personalidade, apostando no slow fashion. Fica muito mais fácil encontrar opções para sair do comum.

1. Chapéu Beachwear

biquinis_minimalistas_01

A marca é paulistana, olha só, nasceu longe do mar. Mas nem por isso merece menos atenção. Muito pelo contrário! Talvez justamente por um pouco dessa raiz urbana que as peças sejam tão modernas e cheias de design. Para mim, o destaque são as peças em tecido canelado, que até então eu não vi nenhum marca de moda praia fazendo.

@chapeubeachwear | Preços: $$$

2. August 

biquinis_minimalistas_02

Já a August é meio brasileira, meio gringa, pois nasceu em NY mas tem como sócia uma brasileira, que é responsável pelo processo criativo da marca. Além disso, a produção é feita aqui mesmo no país, em Minas, mas enviam para o mundo todo. No site, eles se descrevem como uma combinação do “estilo de NYC com a sensualidade e joie de vivre do Brasil.” Algumas peças tem mesmo modelagens super arrojadas!

@august_swim  | Preços: $$$

3. Cantuai

biquinis_minimalistas_05

Essa eu posso falar muito porque eu conheço de perto. É de Salvador, feita com muito carinho por mãe e filha, que eu conheci na faculdade de moda. É tão difícil achar biquínis com essa estética limpa por aqui que quando encontrei a Cantuai eu sabia que eu precisava ter uma peça deles. Aproveitei que o verão chegou e já garanti meu o meu. Além de atemporal, elas seguem também uma linha sustentável, usando matérias prima biodegradáveis, orgaânicas e veganas nos mais diversos produtos.

@cantuai_ |  Preços: $$

4. Aro

biquinis_minimalistas_04

Já passamos por SP, Minas, Salvador e agora chegamos ao Rio de Janeiro, mas a Aro propõe algo bem diferente dessa pegada garota carioca que as outras marcas de moda praia local oferecem.” Modelos reais para pessoas reais: esse é o objetivo da Aro” e só por essa frase a gente percebe que ela foge daquele padrão da mulher sarada. Tem biquíni e maiô para todos os corpos.

@aroswimwear | Preços: $$

5. Haight Clothing

biquinis_minimalistas_06

A Haight já é queridinha no circuito fashion, com uma moda praia super conceitual: cores sóbrias (basicamente preto, branco, nude e terrosos), modelagem mininal, mas com detalhes que deixam o visual sexy na medida: recortes e decotes. Mas tudo isso sem abrir mão do conforto.

@haight_clothing | Preços:  $$$

Ok, os preços não são muito em conta, mas vamos pensar assim: as marcas são brasileiras, todas no seu começo de vida, batalhando para crescer nesse meio super competitivo, que é a moda praia no Brasil, em um mercado difícil e cheio de custos para empreender, como o nosso, fazendo uma moda slow fashion, com material de qualidade, acabamento cuidadoso, pensando em cada detalhe, num escala pequena.

Tudo isso encarece mesmo o preço do produto final e é desleal querer comparar o preço deles com os das grandes magazines. Não dá mesmo! Mas pense que por tudo isso dito acima, não é mais legal gastar um pouco mais para ter um produto que foi criado com todo cuidado (e não copiado), produzido aqui no país, incentivando mão de obra local, com matéria prima de qualidade, e que é quase exclusivo, já que que é produzida poucas peças por vez? E que além de tudo isso você ainda está fomentando um mercado local, fazendo uma pequena empresa crescer em vez de deixar seu suado dinheirinho com uma mega empresa que já tá aí dominando o mercado?

Então, se você também está no time daqueles que curtem essa estética do look clean, não tem mais desculpa para dizer que não acha nada legal por aí! E se você souber de outras marcas que também oferecem essa moda praia minimalista, conta aqui pra gente nos comentários. Sempre bom compartilhar os achados, né?

Sem categoria

O biquíni ideal

Uma amiga me sugeriu essa pauta: o modelo ideal de biquíni para cada tipo de corpo. Só que eu fico meio com preguiça de fazer post com essas pautas que já tem em milhares de outros blogs. Tanta gente boa já falou sobre o assunto e tem tanto material legal pela internet afora, que acho que ninguém vai se interessar pelo post. Mas aí a leitora pede e eu paro e penso que essa é uma informação importante para se ter em todo blog que fala de moda e estilo, mesmo que outros já tenham falado sobre. Então, vamos lá, né?

Já fizemos um post aqui falando sobre os tipos de silhueta, mas se você acha que não se encaixa com nenhum deles, não tem problema. Até porque tem gente que tem quadril largo +  ombro estreito (corpo pera) mas tem bastante seio e tem outras que tem pouco quadril, mas tem barriguinha + seios pequenos, e por aí vai, né?  Tem gente de todo tipo nessa vida e nem todo mundo se encaixa em classificações, que ajudam muito, mas não são absolutas. Assim vamos separar o pontos mais críticos, as características que a mulherada mais quer disfarçar.

1. Quadril:

A fórmula é simples, quem tem muito quadril e quer disfarçar, tem que usar o truque de fazer o olho de quem te vê ir para outro lugar. Para isso, a calcinha do biquíni precisa ser mais discreta que a parte de cima, que deve ter estampas, cores, aplicações, etc. Procure usar modelos com as laterais mais largas, para não marcar. E pode ter lacinho? Até pode, as meninas do Oficina de Estilo explicam de um jeito bem legal que eu tive que copiar, olha só: “A calcinha pode ter a lateral mais espessa e pode até ter faixinhas pra amarrar – mas as faixas não podem ser tão finas que cortem a lateral do corpo e formem uma explosão de carninha extra em cima e embaixo do laço.”

biquini-ideal-muito-quadril-01

Para quem tem pouco quadril e quer parecer mais curvilínea pode apostar em biquínis mais chamativos  na parte de baixo: estampas, cores vibrantes e muitos detalhes, como laços, ferragens, babados etc.  Eles ajudam também quem não tem muita cintura, pois ao dar volume ao quadril, a cintura parece que fica menor.

Nem sempre quem tem pouco quadril tem necessariamente bumbum pequeno, mas se for o seu caso e você quiser fazê-lo parecer maior, invista em calcinhas com, estampas grandes e coloridas (tipo horizontais!) e detalhes como laços, zíperes e bordados. Os lacinhos finos nas laterais, que dão mais volume à região e  as calcinhas mais cavadas também dão essa impressão.

2. Seios:

Se você tem seios fartos, o mais importante é investir em sustentação. Mesmo os tomara-que-caia ou frente única também podem ser usados, desde que tenham reforça na laterais e/ou alças no caso do primeiro tipo, e alças largas para o segundo. Bojo também é possível, porque nem todo bojo aumenta o volume. Alguns são discretos, suficientes para modelar e ajudar a sustentar, principalmente os modelos frente única. Já os meia-taça, melhor que sejam sem o bojo, mas com aro. Tudo isso valoriza o seu busto, que não precisa necessariamente ser disfarçado. Tem gente que gosta, né?

biquini-ideal-seios-grande01

Mas se mesmo assim você quer disfarçar, procure usar cores discretas, sem bordados, brilhos e aplicações. Caso tenha o quadril mais estreito, equilibre a proporção usando uma parte de baixo com cores, estampas, detalhes… tudo que leve o olho de que te vê para a parte de baixo.

Quem tem seios pequenos pode ser mais feliz na hora de escolher porque tem muitas opções: tomara-que-caia, cortininha, frente única, tudo muito colorido, estampando e com detalhes. O tomara-que-caia reto e/ou sem bojo não ajuda, prefira o torcido, sabe como é? Usar biquínis mais discretos, liso e de cores escuras vai fazer os seios parecem menores.  Se você tem o quadril largo, talvez não seja uma boa escolha porque acentua a desproporção entre a parte de cima e de baixo.

biquini-ideal-seios-pequenos01

Olha como o tomara-que-caia preto sem bojo achata o pouco que ela já tem e deixa os seios menores e com a impressão de caído. Quando é estampado e torcido, com estrutura, parece os seios são maiores e tudo no lugar ;)

biquini-ideal-seios-pequenos02

Não é que fique feio, mas a cortininha lisa, em cor escura também achata e não valoriza. Quando tem estampa, parece que preenche mais.

3. Barriga:

Nem todo mundo que tem barriga, tem quadril largo e vice-versa. Mas a modelagem que disfarça o quadril largo + cintura alta (um pouco abaixo do umbigo) também ajuda quem não tá com a barriguinha lisa e quer dar uma amenizada. Cores escuras, listras verticais e estampas miúdas também são boas escolhas!

biquini-ideal-barriga-saliente01

Repare que a da esquerda nem tem tanta barriga assim, mas se estivesse com um biquíni maior, com laterais um pouco mais largas já valorizaria mais o corpo ;)

Mas e seu eu tiver seios, quadril fartos e barriga saliente? Como faz? Junta as três dicas e aplica: calcinha discreta sem muito detalhes (pode ter cor, viu gente! não precisa ser só preta, só não precisa ser chamativa, super neon ou muito clara) + cintura alta (não precisa ser retrô, só um pouco mais alta) + top estruturado que sustente bem o volume, com cores também discretas, sem muito enfeites. Se você tem pouco seio e sem quadril, faz tudo ao contrário. Vai fazendo a soma das dicas para cada característica que você tenha.

Mas o mais importante é: não deixa de ir à praia porque você não tem o corpo da Sabrina Sato! Ninguém precisa ser musa de escola de samba para curtir o verão! Vista seu biquíni – se você gostar do maiô, tudo bem, mas não precisa ser ele só porque não está magrinha – e vá se divertir! Verão é para isso e não para passar o ano na neurose de projetos para ter um corpo “perfeito”.