Compras

10 passos para fazer compras online com segurança

A internet trouxe para a gente a maravilhosa possibilidade de ter acesso à milhares de marcas e lojas, de todos os tipos e todos os lugares do mundo. Esse blog tem uma origem  totalmente ligada à esse fenômeno já que criei o Vitrine, lááá nos idos de 2008, para falar de brechó virtuais. Apesar de amar fazer aquela ronda pelos e-commerces internet afora, confesso que não sou – graças à Deus! – uma consumista virtual desenfreada. Mas minhas experiências, somada aos meus anos de trabalho com Direito do Consumidor, me deixaram mais safa na hora de comprar pela internet. Então, resolvi dividir com vocês esse “guia” com 10 passos para comprar online com segurança.

Antes de sair enchendo o carrinho virtual, é importante tomar alguns cuidados de ordem mais prática, para evitar futuras dores de cabeça, e outros que tem a ver com comprar bem com consciência. A intenção desse post é ajudar quem não tem muita prática em compras virtuais, mas vamos dividir em partes para ficar mais didático. Parte 1: anota aí o que se deve verificar antes de começar a passar o cartão!

Guia-de-Compras01

1. Há lojas virtuais que existem apenas online e outras que possuem também lojas físicas, mas qualquer que seja o tipo, é preciso que ela exiba no site seu endereço, nome empresarial e CNPJ. Procure comprar apenas em e-commerces que estejam legalmente formalizadas, pois se você vir a ter algum problema, você terá como acioná-los. Antes de clicar no “comprar”, pesquise a índole da empresa, se ela tem muitas reclamações e queixas. Quando muita gente tem problema com determinado site surgem vários comentários e posts negativos, especialmente nos fóruns de discussão (o Reclame Aqui é um excelente lugar para pesquisar). Provavelmente você vai encontrar alguma reclamação, já que é difícil não existir uma loja que não tenha tido algum tipo de insatisfação do seu consumidor, mas o importante é que existindo um problema, a empresa seja ágil e eficiente em reparar o dano;

2. Verifique se o ambiente de compra é seguro, protegido (https no começo do endereço, cadeado na página e informações no rodapé da página que certifiquem que seus dados estão protegidos);

3. Também antes de finalizar a comprar, dê uma conferida nos Termos e Condições Gerais e a Política de Privacidade para saber sobre prazos de entregas, formas de pagamento, política para trocas;

4. Cuidado na hora de escolher o produto. Verifique todas as informações para não vir a ter uma surpresa negativa quando ele chegar em sua casa: tamanho, medidas, cor, material, etc. Você não tem como tocar e ver o produto de perto, então tem que perguntar tudo. E nos sites onde não dá pra perguntar, tem que ter informações detalhadas sobre o produto (composição e medidas da peça);

5. Aliás, segundo a lei, os e-commerces precisam ter um SAC em meio eletrônico – chat, email, mensagem, o que seja – para que o consumidor possa entrar em contato para resolver eventuais demandas, e que devem ser respondidas em no máximo cinco dias;

6. Guarde os comprovantes da compra, telas de pagamento, emails de confirmação e prazo de entrega, código de rastreio, e demais etapas importantes da compra (em arquivo pdf ou print screen), pois havendo algum problema mais para frente, você terá provas de que de fato fez a compra;

7. Na primeira compra, melhor optar por produtos de valor menor para “experimentar”, porque se você tiver algum problema, o prejuízo não será tão grande;

8. Quando o produto for entregue, verifique se ele corresponde ao que você comprou – não deveria, mas pode acontecer de enviarem o produto errado – e se houver algum problema, entre em contato imediatamente com a loja. Em caso de defeito, a loja tem que fazer a troca do produto;

9. Aliás, quanto a troca, fique atento, pois a loja só tem obrigação de TROCAR se o produto apresentar DEFEITO! Se a cor não lhe agradou ou você errou o tamanho a troca só é feita se a loja ofertar essa possibilidade (normalmente é).  Alguns sites oferecem a primeira troca grátis, portanto, pesquise antes;

10. O consumidor tem o direito de DESISTIR DA COMPRA! Até sete dias após a entrega do produto você pode desistir da compra, sem qualquer justificativa, recebendo o valor pago devidamente atualizado. Isso vale para qualquer aquisição feita fora do estabelecimento comercial: telefone, catálogos, internet, etc. O direito de arrependimento, garantido pelo artigo 49 do CDC, é diferente do direito de ter o produto trocado em caso de defeito, e existe porque nesses casos a gente não vê o produto pessoalmente na hora de adquiri-lo e ao recebê-lo podemos chegar a conclusão que ele não corresponde aquilo que vimos nas fotos.

Agora que você já tem um checklist para comprar com mais cuidado e já sabe todos os seus direito para compras via internet, é hora de pensar bem no que vai comprar, pois compras conscientes planejadas fazem um armário mais prático! Semana que vem posto a parte 2: planejando e escolhendo com consciência. ;)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>