Sem categoria

Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo – Bilioteca Vitrine

Vocês não tem ideia da quantidade de livros que estão na fila da leitura aqui em casa. Tenho uma mania terrível de sair comprando livro antes de terminar de ler o último adquirido. Resultado: pilhas acumuladas. Neste final de ano ganhei o Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo em um amigo secreto das amigas da faculdade e acabei passando ele na frente da fila. Terminei semana passada e aí achei que valia a pena vir compartilhar com vocês minhas impressões.

BibliVitrine-Como-ser-uma-parisiense01

Tem alguns livros que o pessoal da livraria coloca na sessão de moda que eu não sei não… Aliás, a própria editora classificou o livro como moda, mas eu sinceramente vi pouco sobre o assunto no livro (de cinco capítulos, um é sobre moda/beleza). Não estou dizendo que seja um livro ruim, mas a proposta dele, no meu entender, é muito mais falar de hábitos e costumes de um “típica mulher parisiense” que de moda. Quer dizer, nem sei se tudo que se fala no livro é de verdade praticado pelas mulheres em Paris. Nunca fui à cidade e não conheço nenhuma parisiense, mas sei lá… algumas coisas me pareceram clichê. É um livro muito mais de entretenimento que informativo. Consegui selecionar algumas partes sobre moda e beleza, um texto e umas frases interessantes para guardar para vida. Como disse, só um capítulo trata do assunto, nos outros quatro você encontra: receitas – achei boas, mas não testei; dicas de comportamento – algumas bem válidas, outras bem bobas; textos com o modo ver das francesas sobre determinados temas – interessantes!; e por fim, fotos e ilustrações lindas.

BibliVitrine-Como-ser-uma-parisiense02

Se vale a pena comprar? Depende! Se você procura um livro de moda, não! Se você tem curiosidade para saber mais sobre o ponto de vista das francesas sobre alguns temas femininos, sim. Ah! No final tem uma lista de endereços com indicações de lugares para se conhecer em Paris. Para quem está de viagem marcada e quer conhecer a cidade de quem mora lá e não a cidade de turistas, pode ser uma boa! ;)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>