Diário de uma estudante de Moda 2.2

Quando a gente acha que finalmente conseguiu estabelecer metas e prazo, e se organizou para ser uma pessoa que dá conta de tudo, a vida vem e te diz: não, minha filha, você ainda não é um ser organizado para tanto! Pois é, ela me disse isso essa semanas. Já tinha todo um cronograma de temas para posts e tudo, mas as aulas começaram, os trabalhos com a revista e redes sociais embolaram tudo e pronto, sobrou pro coitado do blog. Mas eu sigo tentando e aqui volto com duas semanas de Diário acumuladas para falar das minhas aulas.

Primeira semana de aula é sempre de expectativa: para rever os amigos, para conhecer os professores, ter o primeiro contato com as matérias. Mas logo no primeiro dia, a gente teve que se contentar só com a primeira parte, já que professora faltou. Ok, pode acontecer, todo mundo pode ter um problema e precisar falta. O chato é a gente ficar na sala quase a manhã toda e não aparecer ninguém para avisar o que houve. Mas bola para frente.

Durante o resto dos dias conheci o professores – na verdade já conhecia todos dos corredores e sabia os nomes, mas foi nosso primeiro contato em sala de aula – e eles apresentaram as matérias, planos de ensino, etc. Já recebi dois trabalhos – alô fichamento de livro! – e uma lista de materiais para as aulas – alô minha carteira que vai ficar vazia!

diario-estudante-moda-01-02

Na segunda semana tive o primeiro gostinho das matérias. Esse semestre tá muito interessante e posso dizer que estou ansiosa por estudar todas! Para quem não leu o Diário passado são elas:

Antropometria e Modelagem Tridimensional – vamos ter as noções iniciais de como modelar, mas para a primeira aula, a professora começou a nos apresentar os tecidos, suas composições e características. No final da aula estava todo mundo com a lupa olhando os tecidos de pertinho para identificar a urdura e a trama de cada um;

Laboratório de Práticas Criativas – onde vamos desenvolver uma série de criações em diversos trabalhos manuais e passamos a primeira aula falando sobre criatividade. A discussão toda era para nos fazer perceber que todo mundo tem capacidade de criar e pode desenvolver habilidades para isso. Uns nascem com características que facilitam o desenvolvimento de certas habilidades, mas qualquer um pode correr atrás e chegar lá! Dito isso, eu acredito que conseguirei fazer meus próprios desenhos e ilustrações! Vamo praticar!

Projeto de Produto e Ergonomia – aqui o negócio é aprender a criar um produto pensando em todos os detalhes e todo o processo. Os produtos não nascem do nada, existe todo um processo anterior que exige muita pesquisa e foco.

Metodologia visual – quando penso nela logo lembro dos trabalhos de vitrinismo do semestre passado e já fico ansiosa para fazer também! Já vi que aprenderemos muito sobre cores, formas, harmonia, composição, textura e todos as mensagens que esses elementos podem passar numa vitrine, fotografia, look, etc..

Aí que eu já comprei uma parte dos materiais, mas falta muita coisa ainda, que só vou achar em lojas específicas. Mas como semana que vem já teremos os primeiros exercícios de moulage, providenciei logo as tesouras, alfinetes, fita métrica, dedal e fitas de cetim (para marcar o manequim). Também consegui adiantar um fichamento, o de Lab. Criativo! Tá prontinho, só falta imprimir e entregar na data (08/04). Como disse, a meta para esses semestre é organização e disciplina para fazer tudo com antecipação. Pele menos para faculdade eu tô conseguindo!  Agora falta aplicar no blog, né? Até a próxima semana!

Diário de uma estudante de Moda 2.1

E hoje começa o segundo semestre! Tenho que reconhecer que não fui assíduo aqui no blog com meus relatos do primeiro, mas para este segundo vou me empenhar para estar aqui todas as segundas, contando um pouco da semana que passou nas minhas atividades acadêmicas. Acho que isso acabou acontecendo porque fiquei um pouco na dúvida de qual formato adotar: textos com apenas uma temática específica ou no estilo diário mesmo. Acredito que a segunda opção acaba sendo mais fácil para manter a regularidade e também deve ser mais interessante para quem lê. Deixemos os textos temáticos, estilo crônica, para casos esporádicos.

10425047_1042525172443222_4455421517546398323_n

Enfim, o fato é que foram três meses de férias e deu para descansar bastante. Já estou até sentindo falta da rotina de ir às aulas e um pouco ansiosa pelo que vem pela frente! Para esses semestre teremos: Antropometria e Modelagem Tridimensional, Metodologia Visual, Laboratório de Prática Criativas, na grade de Desing de Moda, e Meio Ambiente e Sustentabilidade e Arte e Cultura nas matérias que eles chama de Formação Humanística e vale para todos os cursos. Boa parte dos professores dessas matérias eu já conheço porque como o curso é pequena – uma turma por semestre – todo mundo se conhece e interage, especialmente nos eventos extra classe e apresentações finais.

O bom dessa grade é que as aulas vão começar às 8:50, o que significa que dá para dormir até mais tarde, ou aproveitar o início da manhã para atividades físicas. Vamos ver se tomo vergonha na cara!! E o que eu espero para esse semestre? De mim, mais dedicação e organização – no estilo anotar tudo no caderno, passar a limpo e estudar com antecedência – e da faculdade, mais estrutura para os alunos fazerem e apresentarem os trabalhos e organização também – para passar as atividades também com antecedência, com instruções e exigências por escrito (para não nos deixar perdidos no que fazer). Vamos ver no que vai dar esse semestre! Aguardem notícias!

Links da Semana – número 02

Links-da-Semana02

Às vezes me acho o ápice da falta de compromisso com meu planejamento. A ideia era todo sábado ter links para compartilhar com vocês, mas eu me enrolo todo e não consigo reunir uma quantidade boa para fazer o post. É que eu leio as coisas e esqueço de salvar nos favoritos. Enfim… aqui vai a semana número 02 das minhas indicações de leitura.

Alguns posts são mais antigos porque estavam mofando aqui esperando eu reunir mais para por esse post no ar, outros porque eu só descobri agora, apesar de publicado há muito tempo. Vocês vão perceber que a maioria tem a ver com trabalho e carreira, temática que anda muito presente nas minhas leituras. Aproveitem o sabadão tranquilo para conhecer novos blogs e temas. Divirtam-se!

Para blogueiros: o futuro da comercialização de blogs :: Alê Garattoni

10 princípios para um guarda-roupa perfeito :: Walking on the street

4 passo para tornar o ambiente de trabalho mais produtivo :: Finanças Femininas

13 coisas que aprendemos no Vale do Silício :: Contente.vc

Entrevista com Chris Guerra no Tapete :: The Flying Carpet Project

VeggieBox: o primeiro box de beleza vegano do Brasil :: Belícia Blog

7 dicas de beleza de experts do red carpet para a vida real :: Fashionismo

 

 

 

 

 

 

O truque do pó: três formas de usar o pó na make

Devo confessar que apesar de um me esforçar às vezes, normalmente eu sou do tipo que não corre muito atrás de novidades no quesito maquiagem. Sendo assim, super me surpreendo com certos truques de beleza, especialmente de make.  Um deles é o uso do pó – finalizador, translúcido, solto, etc. Para mim, ele é aquele produto que a gente passa no final da maquiagem, uma geralzona no rosto para fixar tudo e tirar o brilho. Daí, descubro que tem gente usando-o de diversas formas, sempre para ajudar na fixação, mas de um jeito bem específico para cada item da maquiagem.

pó-truque-make-rimel-corretivo-batom-fixacao02

1. Pó para fixar o batom: esse é para quem usa cores mais fortes, como vermelhos e roxos. Para os clarinhos não tem necessidade. Tem gente que passa antes da aplicação, depois de hidratar os lábios. Já outras que preferem passar depois de aplicar a primeira camada de cor.  Ele tira um pouco da umidade fazendo o batom durar mais tempo. Então você pode hidratar, aplicar o pó e depois o batom ou hidratar, aplicar o batom, tirar o excesso, aplicar o pó e depois batom de novo. Lembrando que é uma fina camada, e não 1kg de pó, ok?

2.  Pó para fixar o corretivo: a dica do uso com o corretivo veio de uma matéria da revista Allure no ano passado, que o blog Fashionismo traduziu e postou (sábado vai estar no links da semana!). Os maquiadores das estrelas que atravessam o red capert deram uma séria de dicas para o make durar mais e entre elas veio a do pó solto entre as camadas de corretivo. Eu só uso no final, para fixar tudo, nunca testei esse método de aplicar outra mão de corretivo depois. Acho que isso deve até ajuda a evitar aquele efeito panda-quando-a-luz-bate que algumas pessoas sofrem quando exageram no pó finalizador.

Ainda segundo a reportagem, deve-se evitar o corretivo líquido que tende a durar menos. As versões mais secas – tipo pastosa e mousse – são mais recomendadas. E entre uma camada e outro o pó solto vem para ajudar na fixação do produto e no final, o pó finalizador no rosto todo.

3. Pó para aumentar o efeito da máscara de cílios:  essa é totalmente nova para mim e nunca imaginei algo do tipo. A dica veio da Grazi, na série de vídeos que ela gravou para o site do programa Superbonita, do canal GNT. A mecânica é a mesma das outras: passar camada de pó  translúcido entre as camadas de rímel. Mas a função aqui não é só aumentar a fixação, mas dar o efeito de volume sem ter que recorrer aos postiços. Aliás, ela é ótima nesses vídeos – tem também o truque do pó + batom – com dicas super interessantes e mega desenvolta para falar com o público. Acho que ela merece um blog ou um canal no Youtube só pra ela! kkkk

E aí, quem já experimentou esses truquezinhos? Funciona mesmo? Ainda não testei, mas acho que foi testar e conto depois se funcionou comigo! Vocês conhecem mais algum uso do pó, além de finalizar o make geral?

Fotos: reprodução

Onde estudar Moda em Salvador

Conforme já contei aqui no blog, em junho passado voltei à faculdade, desta vez para estudar Moda. Quando tomei a decisão, já tinha em mente onde iria estudar, pois a maioria dos meus amigos que se formaram na área passou pela mesma faculdade que estudo hoje e alguns deles me indicaram como uma boa opção. Mas isso não quer dizer que ela seja a única! Infelizmente, Salvador não tem uma variedade enorme como São Paulo ou Rio de Janeiro, mas se você está pensando em estudar na área, sei de cinco instituições que oferecem o curso para você se decidir. Vou listá-los e para mais informações como endereço, turno, grade curricular, preços, etc, clica no nome da instituição que colocarei o link direto para o site deles.

Onde-Estudar-Moda-em-Salvador01

 1. Unifacs

O curso da Unifacs é de Graduação Tecnológica em Design e Gestão de Moda e tem duração de 02 anos. A grade curricular abrange matérias teóricas e praticas, tanto voltadas para área técnica – modelagem, materiais, metodologia visual – como também para a área de gestão – comportamento de consumo, marketing de moda, desenvolvimento em negócios.

2. UniJorge

Aqui o curso também é Tecnológico, com duração de 02 anos. Pela grade curricular dá para notar que é mais focado no ensino das matérias de Design, tendo apenas uma matéria voltada para gestão no último semestre. Em compensação, tem matérias que parecem super interessantes para agregar, como fotografia de moda, figurino e moulage, por exemplo.

3. Unime

Também curso tecnológico com duração de dois anos. A grade curricular tem matérias técnicas e também de gestão, mas para mim o destaque é uma matéria do quarto semestre: ilustração de moda! #tambémquero <3

4. Unirb

Mais um tecnológico, mas com duração maior, 03 anos. Tem a grade curricular que achei mais interessante de todos: História da Moda em dois semestres, estamparia, bordado, modelagem plana e em malharia, lavanderia têxtil e até estágio supervisionado! Mas o curso ainda está em formação para a primeira turma, com inscrições para o vestibular abertas.

5. Senai

Eles oferecem o curso de Técnico em Vestuário, voltado para a aprendizagem de confecção de moda. Atualmente o ingresso é através do Pronatec, sem previsão de turmas pagas. Eles também costumam ter cursos de extensão, de menor duração, mas infelizmente no momento também não há previsão para novas turmas. OBS: O site é super confuso, não consegui achar as informações, então sugiro que quem se interessar, ligue pra lá!

Terminada a lista de cursos de graduação, vamos aos cursos livres e de extensão, aqueles de menor duração, com temas específicos. Aqui em Salvador, o Senac abre algumas turmas na área: marketing de moda, corte e costura, modelagem e desenho. Tem cursos gratuitos – dentro do programa de gratuidade deles com os devidos requisitos – e cursos pagos. Outra opção na cidade é o Ateliê Lull, que oferece cursos de costura e desenho de moda para iniciantes, com aulas que não tem duração definida, você cursa até ficar satisfeito com seu desempenho. Para quem curte consultoria de imagem, Priscila Seijo, professora do curso de Estética da Universo, dá aulas individuais e em grupos de Consultoria de Imagem e Análise Cromática.

Como já contei aqui, estudo na Unifacs e minhas impressões sobre o curso e tudo você acompanha na série Diário de uma Estudante de Moda, que volta à ativa semana que vem, quando começa as aulas do meu 2º semestre.

Para um próximo post, farei uma lista de onde estudar moda à distância e conto minha experiência com um desses. Espero que ajude quem está se decidindo por estudar Moda aqui na cidade e precisa de mais informações. Lógico que podem ter outros cursos que desconheço, mas acredito que entre as universidades esses são os principais. E quem souber de outros cursos livres e de extensão, dá a dica nos comentários! O post fica mais legal e completo com a colaboração e vocês!