E-commerce, Fast Fashion, Marcas, Moda

Preview de Primavera Verão Renner 2016

Semana retrasada – tá, ok! sei que tô super atrasada na cobertura – aconteceu a apresentação do preview Primavera Verão Renner 2016. Tem muiiiita coisa legal, desde os clássicos que vale demais ter o no armário a peças tendência do momento. Eu pensei em dividir com vocês os meus 10 ítens favoritos, mas tive uma ideia mais didática e escolhi dez peças versáteis que conversam entre si e mais algumas coisinhas extras.

Esse top 10 tem a minha cara, lógico! Eu já conheço meu estilo e sei direitinho o que devo comprar, porque vou usar bastante, e o que não comprar, porque apesar de achar lindo não se encaixa no meu estilo de vestir.  Mas é fato que quase todas elas são bem atemporais e juntas conseguem render muitos looks!

Preview-Verão-Renner-2016-01

1.Calça flare cintura alta:  não é só porque está na moda, mas porque ela super favorece, marcando a cintura, alongando visualmente a perna, segurando a barriguinha – tudo isso por conta da cintura lá em cima – e também equilibra a silhueta de quem tem o quadril mais largo. E a lavagem mais escura deixa a peça menos informal, e assim dá pra usar tanto em momentos de lazer como de trabalho. Bom demais, né?

2. Maxi colete: eu já tenho o meu, mas mesmo assim coloquei na lista porque ele é um ótimo substituto pro blazer quando se mora em uma cidade de muito calor. É aquela terceira peça versátil, que vai em diversas ocasiões e ainda alonga e afina a silhueta. ;)

3.Short jeans: É um clássico, né? Mas esse está especialmente gracinha por conta do detalhe dos bolsinhos e o fechamento em botões. Mas esse modelo não favorece muito quem tem pernas muitos grossas e quer disfarçar isso, pois os bolsas dão mais volume.

4. Blusa branca: Ela não é nada demais, mas é um coringão no armário. Ajuda a compor diversos looks e essa está tem um “quê” diferente por conta do decote e barras em ondas. Fica diferente daquelas basiquetes que a gente já tem, né? Dá um charme.

5. Saia em couro caramelo: Eu adoro peças em couro e se for nessa cor, então.. é amor na certa!

6. Jaqueta bomber jeans: essa jaqueta especificamente não é clássica, que todo mundo conhece. Mas esse modelo é bem atual e deixa o look com uma cara mais moderninha.

7. Camiseta jeans:  Eu estava louca atrás de uma t-shirt jeans e olha aí minha oportunidade. Já estou procurando nas Renners aqui de Salvador para comprar.

8. Bolsa box preta: Sou apaixonada por esse modelo inspirado na Soho, da Gucci. Ela é pequena, mas ao mesmo tempo cabe muita coisa, além de ser versátil. Serve para sair à noite, uma baladinha, e também para look mais casual.  Até para ir trabalhar serve, se você não carregar taaaanta coisa.

9. Sandália tiras caramelo: Salo grosso, confortável, modelo e cor que combinam com muita coisa.

10. Slipper estampado p&b: Porque na minha seleção tinha que ter algo sem salto, para priorizar o conforto e eu prefiro um slipperzinho que rasteirinhas. E essa estampa é linda!

Aí, se eu for trabalhar, eu posso usar a calça, a blusinha branca, o colete e a sandália. Mas para jantar, dá para usar a blusinha branca, com a saia de couro e a sandália. Para um cinema, a saia caramelo combina com a t-shirt jeans e o slipper. Enfim, diversas possibilidades!

Mas o fato de uma peça não combinar com minha personalidade, não significa que eu não ache bonita. Tem muita coisa legal nessa coleção de verão que vale uma visita à loja pra conferir. Na nossa página do Facebook, tem um álbum com muitas fotos da Verão Renner 2016, confere lá!

Estilo, Moda

Três dicas de styling para um inverno tropical

O mês de junho abriu oficialmente a temporada de frio no hemisfério sul, mas aqui em Salvador – e em tudo que é cidade daqui para cima no mapa – temos mesmo é um inverno tropical: chuvas e mais chuvas. Mas frio que é bom, a gente nunca tem. Infelizmente não fazemos parte do grupo das sortudas que pode aproveitar essa época do ano para desfilar seus casacos e botas vida a fora. Mas eu sei que você, assim com eu, quer fazer de conta que a gente não vive no eterno calor. Por isso reuni três dicas de styling para um inverno tropical, para deixar o look com look com cara não-estamos-no-verão e que a temperatura uma pouco mais amena que temos nesse período permite a gente usar.  Experimenta aí!

styling-inverno-tropical-ameno-1

 - Capriche na terceira peça

Dias de calor dificultam um pouco o uso de casaco, blazer e afins. Eles são aquela terceira peça que dá um toda uma personalidade para o look. Sabe quando a gente olha no espelho e acha que tá tudo muito sem graça? Aí entra a terceira peça para dar um toque mais interessante. Nem sempre é uma casaco, as vezes pode ser um colete, um super maxi colar, um lenço… Mas já que a temperatura tá mais tranquila, é hora de tirar a jaqueta, o blazer ou casaco do armário. “Ahhh Isa, mas nem tá frio! Vou sair de casaco pro povo me achar maluca?” Siiiim!! Minha lógica sempre é: eu uso o casaco não é porque está frio, mas porque não está calor, sacou?

styling-inverno-tropical-ameno

 - Botas e sapatos fechados

Não sei quem inventou que bota é coisa de frio. Não necessariamente! Admito que em dias muito quentes, é melhor sair com um calçado mais aberto, que deixe o pé respirar mais. No entanto, o nosso outono/inverno (digo nosso, galera aqui do Nordeste) permite sim usar um sapatinho mais fechado. A lógica é a mesa do casaco: eu uso porque não tá calor. Eu dispenso as de cano muito alto, mas as que terminam na altura do calcanhar são muito bem vindas, especialmente em dia de chuva. Sapatos fechados e botas são perfeitos para dias chuvoso. Para contrapor os acessórios mais pesados  o look pode ser mais leve, como vestidos, shorts, camisetas…

styling-inverno-tropical-ameno-2

styling-inverno-tropical-ameno-3

 - Camisa toda abotoada

Usar camisa em Salvador já não é uma tarefa fácil. A chance de fazer aquela indesejada marca de suor abaixo do braço é muuuito grande! Imagina então abotoar ela até o final? É para pedir pra morrer de calor! Mas aí eis que chega os dias de chuva, o clima fica fresquinho e pronto, é hora de testar uma nova forma de usar a camisa. Fecha todos os botões e quem sabe arrisca um colar, um broche, um lenço… já dá uma cara nova para uma peça que estava aí o tempo todo no seu armário.

Para quem pode aproveitar as temperaturas baixas, aqui tem um post para deixar seu inverno mais divertido: Por um inverno menos preto.

Fotos: Stockholm Street Style

Moda

Jeans: um jeito sustentável de usa-lo.

Follow my blog with Bloglovin

Olha só que coincidência boa! Estava lendo esses dias alguns blog novos e descobri sobre o Jeans For Change, um concurso promovido pela loja Youcom para incentivar a reutilização de jeans, usando-o como matéria prima para novos produtos. Na mesma hora lembrei do Sustentamodabilidade desse semestre na minha faculdade, um trabalho no qual fizemos um look, inspirado em uma personalidade baiana, só com jeans usado. Ficou tão lindo que teve gente querendo comprar as peças! Não é incrível que o que poderia ir para o lixo virou coisa nova e despertou super desejo em outras pessoas?

Reutilizando-Jeans(2)

No projeto da Youcom, o jeans que você não quer mais você doa em uma das lojas da marca e ele vai virar matéria prima para produtos que serão produzidos pela Colibrii, iniciativa que promove o trabalho de artesãs de comunidades em situação de vulnerabilidade de Porto Alegre. Só que dessa vez elas vão produzir ecobags, e os modelos serão os selecionados no concurso (você pode enviar seu desenho até dia 15/07). Achei a iniciativa bem bacana para incentivar e despertar a vontade de reutilizar o jeans como matéria prima para outras coisas.  E isso dá pra fazer em casa! A gente fez lá na faculdade, garanto que você também pode fazer: uma nova peça de roupa, uma bolsa, um objeto de decoração… O importante é pensar que não dá para jogar fora algo que foi produzido a custo de tanto recurso natural.

Reutilizando-Jeans
Look criado pela minha equipe, todo em jeans reutilizado, para o Sustentamodabilidade e inspirado em Mãe Stella de Oxóssi.

Quando compramos uma calça jeans – ou qualquer outro produto – dificilmente paramos para pensar no impacto que a sua produção causou no meio ambiente. Não quero ser “eco-chata” e nem ficar fazendo qualquer tipo de discurso, até porque não sou o maior exemplo para ninguém. Tenho meus momentos de consumo e não nego, mas acredito que pequenas mudanças nas nossas atitudes diárias podem fazer diferença.  O fato é que a produção de uma calça jeans impacta muito o meio ambiente: no uso de agrotóxicos no cultivo do algodão que dá origem ao tecido, no uso de produtos químicos para o tingimento, na quantidade absurda de água usada no processo de lavagem… Na Ellus, são gastos até 80 litros por calça e na Levi’s, 42 (com exceção de uma linha especial chamada Water Less). E quanto mais “detonada” for a calça, mais gasto teve para ela ficar assim.

Então, que tal repensar a nossa relação com o jeans? Por que precisamos de 10 calças jeans? Para que ter 5 jeans praticamente iguais? Porque lavar o jeans a cada vez de uso? Você sabia que a lavagem excessiva pode desgastar o algodão e acelerar a redução do tempo vida útil da sua calça? Aqui no meu armário eu optei por ter 4 calças jeans: uma flare, uma skiny cintura alta e duas de corte reta. Só tenho dois shorts jeans e procuro usar essas peças atééé ela gastarem mesmo. Acabei de me desfazer de um jeans que rasgou… O destino do que eu não quero mais é a doação, porque mesmo rasgado, alguém pode querer cortar e fazer um short, customizar, reparar… vai saber. Pro lixo é que não dá pra ir.

Fiz um painel lá no Pinterest com mais ideias bem legais de como reutilizar o seu jeans usado. Vai lá ver!

Fontes: Terra e Youcom.

Follow my blog with Bloglovin

Compras, E-commerce

10 passos para fazer compras online com segurança

A internet trouxe para a gente a maravilhosa possibilidade de ter acesso à milhares de marcas e lojas, de todos os tipos e todos os lugares do mundo. Esse blog tem uma origem  totalmente ligada à esse fenômeno já que criei o Vitrine, lááá nos idos de 2008, para falar de brechó virtuais. Apesar de amar fazer aquela ronda pelos e-commerces internet afora, confesso que não sou – graças à Deus! – uma consumista virtual desenfreada. Mas minhas experiências, somada aos meus anos de trabalho com Direito do Consumidor, me deixaram mais safa na hora de comprar pela internet. Então, resolvi dividir com vocês esse “guia” com 10 passos para comprar online com segurança.

Antes de sair enchendo o carrinho virtual, é importante tomar alguns cuidados de ordem mais prática, para evitar futuras dores de cabeça, e outros que tem a ver com comprar bem com consciência. A intenção desse post é ajudar quem não tem muita prática em compras virtuais, mas vamos dividir em partes para ficar mais didático. Parte 1: anota aí o que se deve verificar antes de começar a passar o cartão!

Guia-de-Compras01

1. Há lojas virtuais que existem apenas online e outras que possuem também lojas físicas, mas qualquer que seja o tipo, é preciso que ela exiba no site seu endereço, nome empresarial e CNPJ. Procure comprar apenas em e-commerces que estejam legalmente formalizadas, pois se você vir a ter algum problema, você terá como acioná-los. Antes de clicar no “comprar”, pesquise a índole da empresa, se ela tem muitas reclamações e queixas. Quando muita gente tem problema com determinado site surgem vários comentários e posts negativos, especialmente nos fóruns de discussão (o Reclame Aqui é um excelente lugar para pesquisar). Provavelmente você vai encontrar alguma reclamação, já que é difícil não existir uma loja que não tenha tido algum tipo de insatisfação do seu consumidor, mas o importante é que existindo um problema, a empresa seja ágil e eficiente em reparar o dano;

2. Verifique se o ambiente de compra é seguro, protegido (https no começo do endereço, cadeado na página e informações no rodapé da página que certifiquem que seus dados estão protegidos);

3. Também antes de finalizar a comprar, dê uma conferida nos Termos e Condições Gerais e a Política de Privacidade para saber sobre prazos de entregas, formas de pagamento, política para trocas;

4. Cuidado na hora de escolher o produto. Verifique todas as informações para não vir a ter uma surpresa negativa quando ele chegar em sua casa: tamanho, medidas, cor, material, etc. Você não tem como tocar e ver o produto de perto, então tem que perguntar tudo. E nos sites onde não dá pra perguntar, tem que ter informações detalhadas sobre o produto (composição e medidas da peça);

5. Aliás, segundo a lei, os e-commerces precisam ter um SAC em meio eletrônico – chat, email, mensagem, o que seja – para que o consumidor possa entrar em contato para resolver eventuais demandas, e que devem ser respondidas em no máximo cinco dias;

6. Guarde os comprovantes da compra, telas de pagamento, emails de confirmação e prazo de entrega, código de rastreio, e demais etapas importantes da compra (em arquivo pdf ou print screen), pois havendo algum problema mais para frente, você terá provas de que de fato fez a compra;

7. Na primeira compra, melhor optar por produtos de valor menor para “experimentar”, porque se você tiver algum problema, o prejuízo não será tão grande;

8. Quando o produto for entregue, verifique se ele corresponde ao que você comprou – não deveria, mas pode acontecer de enviarem o produto errado – e se houver algum problema, entre em contato imediatamente com a loja. Em caso de defeito, a loja tem que fazer a troca do produto;

9. Aliás, quanto a troca, fique atento, pois a loja só tem obrigação de TROCAR se o produto apresentar DEFEITO! Se a cor não lhe agradou ou você errou o tamanho a troca só é feita se a loja ofertar essa possibilidade (normalmente é).  Alguns sites oferecem a primeira troca grátis, portanto, pesquise antes;

10. O consumidor tem o direito de DESISTIR DA COMPRA! Até sete dias após a entrega do produto você pode desistir da compra, sem qualquer justificativa, recebendo o valor pago devidamente atualizado. Isso vale para qualquer aquisição feita fora do estabelecimento comercial: telefone, catálogos, internet, etc. O direito de arrependimento, garantido pelo artigo 49 do CDC, é diferente do direito de ter o produto trocado em caso de defeito, e existe porque nesses casos a gente não vê o produto pessoalmente na hora de adquiri-lo e ao recebê-lo podemos chegar a conclusão que ele não corresponde aquilo que vimos nas fotos.

Agora que você já tem um checklist para comprar com mais cuidado e já sabe todos os seus direito para compras via internet, é hora de pensar bem no que vai comprar, pois compras conscientes planejadas fazem um armário mais prático! Semana que vem posto a parte 2: planejando e escolhendo com consciência. ;)

Moda

Curso de Desenho de Moda no Senac BA

Esse semestre tem passado tão rápido e tão cheio de atividades e compromissos que eu acho que nem comentei aqui que iria fazer um curso de desenho de moda. Quem me segue no Instagram acompanhou um pouquinho da minha evolução, já que compartilhei algumas fotos dos desenhos que fiz durante as aulas. Mas essas aulas não fazem parte da faculdade não, é um curso extra que fiz no Senac-BA.

Não muito tempo atrás fiz um post mostrando onde dá para estudar moda aqui em Salvador e indiquei o Senac como um das opções. Aproveitei para ficar de olho na programação deles e assim que vi matrículas abertas para o Curso de Técnicas em Desenho de Moda corri para me inscrever. Foram 23 aulas, todos os dias, de 14h às 18h na unidade do Aquidabã, onde se concentram a maior parte dos cursos na área de Moda. Pois bem, cheguei lá desenhando praticamente nada e saí suuuper feliz querendo desenhar tudo, e o melhor, conseguindo! Ok, ainda não sou nenhuma top ilustradora, mas como tudo na vida, desenho também é prática e sei que quanto mais eu treinar, melhor vai ficar.

Desenho-De-Moda-Curso-Senac-BA

A medida que as aulas vão passando, a gente vê de forma muito nítida a nossa evolução. O desenho da primeira lição é uma alegria, porque conseguimos ir além do “bonequinho de palitinho” e fazemos um corpinho mesmo, o que sem as técnicas eu não conseguiria fazer.  A cada novo desenho, o traço vai ficando mais natural. Aprendemos novas posições – a pessoa de lado, caminhando, de costas… – e sempre praticando, repetindo e repetindo. Fizemos 6 desenhos base diferentes e a cada um deles íamos aprendendo a vestir, prestando atenção nos detalhes das roupas, especialmente o movimento que o tecido faz quando a pessoa está em movimento.

Aprendemos também a desenhar rosto, e eu nunquinha na vida achei que conseguiria desenhar um rosto que não fosse no esquema emoticon: dois pontos para os olhos e um parênteses para a boca! kkkkkkkk As últimas aulas – minhas preferidas – foram dedicadas à pintura, usando canetas hidrocor e aquarela (a tinta mesmo e também o lápis aquarelável). Pense em uma pessoa feliz, parecendo uma criança brincando de colorir! Gostei tanto que ao final do curso eu já saí  comprando pincel e tintas para praticar em casa.

Desenho-De-Moda-Curso-Senac-BA(2)

Desenho-De-Moda-Curso-Senac-BA(3)

O fato é que depois desse curso eu tenho certeza que qualquer pessoa é capaz de desenhar! É sério! Todo mundo na minha turma conseguiu desenhar. Algumas pessoas já tem uma habilidade maior, um poder de observação melhor e consegue ser mais detalhista na hora de reproduzir a imagem. Outros já praticavam em casa e tiveram certa facilidade. É natural, algumas pessoas tem certas habilidade e outras não, mas com prática todo mundo pode desenvolvê-las. Os traços são diferentes, cada um tem seu estilo de desenho e não podemos querer que o nosso fique exatamente igual ao de outro. Com o tempo a gente vai percebendo qual o nosso jeito de desenhar e melhorando o nosso traço.

Eu amo ilustração de moda  (lembram do post das ilustradoras para seguir no insta e do quadrinho que decorei meu quarto?), sempre quis desenhar as minhas ilustrações e acho que o curso é muito válido mesmo para quem tem esse mesmo desejo que eu.  Não sei quando o Senac vai abrir outra turma de desenho, mas novos cursos estão com matrículas abertas como Consultoria de Imagem, Visual Merchandising, Modelagem, Customização e Vitrinismo (que já estou matriculada e ansiosa para começar!). Acessem o site para saber as informações direitinho. Aproveitem! Aprender é sempre muito bom!

Sem categoria

Bem vindos ao Vitrine 2015!

Oi gente! Ainda tem alguém por aí?? Depois de dias – ok, admito, semanas! – sem atualizar, eu resolvo dar as caras mudando tudo de uma vez! É que além de esperar diminuir a correria com as aulas, também decidi aguardar o novo layout ficar prontinho para recomeçar com ânimo novo. “Roupa nova” sempre deixa a gente mais empolgada, né?Sendo assim, vamos fazer um tour para vocês conhecerem as novidades por aqui.

Na verdade, as mudanças foram mais estéticas, pois estruturalmente não mudou tanto assim. Tiramos a predominância do turquesa para apostar em um visual mais limpo, onde o que mais se destaca são os textos e a fotos das postagens, contando também com uma navegação simples e intuitiva. Mas a nossa cor oficial continua nos detalhes porque quando você passar o mouse por cima da logo ou dos links, eles ficam turquesa. Lindinho, né? ;)

Bem_vindos2015(2)

Os links para as redes sociais estão reunidos no canto superior direito, junto com a busca. Todos os lugares onde vocês me encontram estão lá, juntinhos, e também a barra para pesquisar os assuntos aqui no blog. É só clicar na lupinha que o campo de pesquisa aparece. Logo abaixo tem um menu, onde você encontra links para saber mais sobre o blog, ver as matérias e vídeos onde eu o blog aparecemos, como anunciar e fazer parcerias e também  entrar em contato comigo.  As principais categorias do blog estão na barra principal: Moda, Compras, Beleza e Estilo. Em Moda, fica a maioria dos posts relacionados ao assunto, assim como a minha rotina de estudos, trabalhos, novas marcas que conheço e entrevistas com profissionais da área; em Compras temos os posts com as dicas de lojas, achados, liquidações e fast fashion; em Beleza, tudo relacionado a produtos de beleza, dicas de maquiagem, cabelo e cuidados com a pele; e Estilo são as dicas de consultoria de imagem, cuidados com as roupas, looks e inspirações. No final, ainda tem o Extras, onde coloco as postagens com eventos, dicas de filmes e livros e outros blogs legais para conhecer.  Todos esses itens também ficam na barra horizontal fixa, que aparece no topo quando você aciona a barra de rolagem e desce para ver o resto do conteúdo.

Bem_vindos2015(3)

Aí vem uma novidade: aquele banner grande com destaque para os últimos posts deu lugar a essa barra com as fotos dos posts mais recentes. Acho que assim fica mais discreto, sem ocupar tanto espaço e dá para contemplar mais posts no destaque. E você pode ir para os lados, clicando nas setinhas, para ver mais destques. Quando passa o mouse por cima da foto, você vê o título da postagem. Na barra lateral tem foto minha, como um resumo da minha bio – dá para clicar e ler mais – , as quatro últimas fotos do nosso Instagram (@blogvitrinevirtual), os arquivos, espaço para se inscrever na Newsletter e receber os posts por email, e por fim, a volta do meus Links de leitura favoritos.

Bem_vindos2015(4)

Lá no final tem meus pins mais recentes no Pinterest (/belasn), que é uma rede social mega legal para quem curte colecionar imagens, e link para voltar ao topo. Na parte do post, propriamente dito, aumentamos o espaço do para as fotos ficarem um pouco maior, e no topo, junto com o título você vê a categoria a que ele pertence e o link para deixar comentário. No final, tem a data da publicação, as tags, todos os ícones para compartilhar o post nas diversas redes sociais e o coraçãozinho para eu saber que você gostou do conteúdo. Todas as imagens do blog podem ser pinadas no seu Pinterest: quando você passa o mouse por cima da imagem aparece o ícone do Pinterest, você clica e compartilha no seu perfil. E os posts relacionados continuam lá, para você conferir outras postagens que tenham a ver com o tema daquele que você está lendo.

Ufa! Então, essas são as novidades atuais, pelos menos por enquanto. Como acabamos de mudar tudo, é possível que você encontre alguns errinhos e vamos ajeitando aos poucos. Um super muito obrigado à minha designer incrível Mai Saraiva, que sempre arrasa no layout, e Hideo Takeda, nosso programador que fez todo o projeto virar realidade, com muita paciência para meus pedido de mudança e trabalhadas com o painel novo. rs Espero que vocês curtam o layout novo tanto quanto eu! Boa leitura!

Sem categoria

Diário de uma estudante de Moda 2.2

Quando a gente acha que finalmente conseguiu estabelecer metas e prazo, e se organizou para ser uma pessoa que dá conta de tudo, a vida vem e te diz: não, minha filha, você ainda não é um ser organizado para tanto! Pois é, ela me disse isso essa semanas. Já tinha todo um cronograma de temas para posts e tudo, mas as aulas começaram, os trabalhos com a revista e redes sociais embolaram tudo e pronto, sobrou pro coitado do blog. Mas eu sigo tentando e aqui volto com duas semanas de Diário acumuladas para falar das minhas aulas.

Primeira semana de aula é sempre de expectativa: para rever os amigos, para conhecer os professores, ter o primeiro contato com as matérias. Mas logo no primeiro dia, a gente teve que se contentar só com a primeira parte, já que professora faltou. Ok, pode acontecer, todo mundo pode ter um problema e precisar falta. O chato é a gente ficar na sala quase a manhã toda e não aparecer ninguém para avisar o que houve. Mas bola para frente.

Durante o resto dos dias conheci o professores – na verdade já conhecia todos dos corredores e sabia os nomes, mas foi nosso primeiro contato em sala de aula – e eles apresentaram as matérias, planos de ensino, etc. Já recebi dois trabalhos – alô fichamento de livro! – e uma lista de materiais para as aulas – alô minha carteira que vai ficar vazia!

diario-estudante-moda-01-02

Na segunda semana tive o primeiro gostinho das matérias. Esse semestre tá muito interessante e posso dizer que estou ansiosa por estudar todas! Para quem não leu o Diário passado são elas:

Antropometria e Modelagem Tridimensional – vamos ter as noções iniciais de como modelar, mas para a primeira aula, a professora começou a nos apresentar os tecidos, suas composições e características. No final da aula estava todo mundo com a lupa olhando os tecidos de pertinho para identificar a urdura e a trama de cada um;

Laboratório de Práticas Criativas – onde vamos desenvolver uma série de criações em diversos trabalhos manuais e passamos a primeira aula falando sobre criatividade. A discussão toda era para nos fazer perceber que todo mundo tem capacidade de criar e pode desenvolver habilidades para isso. Uns nascem com características que facilitam o desenvolvimento de certas habilidades, mas qualquer um pode correr atrás e chegar lá! Dito isso, eu acredito que conseguirei fazer meus próprios desenhos e ilustrações! Vamo praticar!

Projeto de Produto e Ergonomia – aqui o negócio é aprender a criar um produto pensando em todos os detalhes e todo o processo. Os produtos não nascem do nada, existe todo um processo anterior que exige muita pesquisa e foco.

Metodologia visual – quando penso nela logo lembro dos trabalhos de vitrinismo do semestre passado e já fico ansiosa para fazer também! Já vi que aprenderemos muito sobre cores, formas, harmonia, composição, textura e todos as mensagens que esses elementos podem passar numa vitrine, fotografia, look, etc..

Aí que eu já comprei uma parte dos materiais, mas falta muita coisa ainda, que só vou achar em lojas específicas. Mas como semana que vem já teremos os primeiros exercícios de moulage, providenciei logo as tesouras, alfinetes, fita métrica, dedal e fitas de cetim (para marcar o manequim). Também consegui adiantar um fichamento, o de Lab. Criativo! Tá prontinho, só falta imprimir e entregar na data (08/04). Como disse, a meta para esses semestre é organização e disciplina para fazer tudo com antecipação. Pele menos para faculdade eu tô conseguindo!  Agora falta aplicar no blog, né? Até a próxima semana!

Extras, Moda, Opinião

Diário de uma estudante de Moda 2.1

E hoje começa o segundo semestre! Tenho que reconhecer que não fui assíduo aqui no blog com meus relatos do primeiro, mas para este segundo vou me empenhar para estar aqui todas as segundas, contando um pouco da semana que passou nas minhas atividades acadêmicas. Acho que isso acabou acontecendo porque fiquei um pouco na dúvida de qual formato adotar: textos com apenas uma temática específica ou no estilo diário mesmo. Acredito que a segunda opção acaba sendo mais fácil para manter a regularidade e também deve ser mais interessante para quem lê. Deixemos os textos temáticos, estilo crônica, para casos esporádicos.

10425047_1042525172443222_4455421517546398323_n

Enfim, o fato é que foram três meses de férias e deu para descansar bastante. Já estou até sentindo falta da rotina de ir às aulas e um pouco ansiosa pelo que vem pela frente! Para esses semestre teremos: Antropometria e Modelagem Tridimensional, Metodologia Visual, Laboratório de Prática Criativas, na grade de Desing de Moda, e Meio Ambiente e Sustentabilidade e Arte e Cultura nas matérias que eles chama de Formação Humanística e vale para todos os cursos. Boa parte dos professores dessas matérias eu já conheço porque como o curso é pequena – uma turma por semestre – todo mundo se conhece e interage, especialmente nos eventos extra classe e apresentações finais.

O bom dessa grade é que as aulas vão começar às 8:50, o que significa que dá para dormir até mais tarde, ou aproveitar o início da manhã para atividades físicas. Vamos ver se tomo vergonha na cara!! E o que eu espero para esse semestre? De mim, mais dedicação e organização – no estilo anotar tudo no caderno, passar a limpo e estudar com antecedência – e da faculdade, mais estrutura para os alunos fazerem e apresentarem os trabalhos e organização também – para passar as atividades também com antecedência, com instruções e exigências por escrito (para não nos deixar perdidos no que fazer). Vamos ver no que vai dar esse semestre! Aguardem notícias!

Extras

Links da Semana – número 02

Links-da-Semana02

Às vezes me acho o ápice da falta de compromisso com meu planejamento. A ideia era todo sábado ter links para compartilhar com vocês, mas eu me enrolo todo e não consigo reunir uma quantidade boa para fazer o post. É que eu leio as coisas e esqueço de salvar nos favoritos. Enfim… aqui vai a semana número 02 das minhas indicações de leitura.

Alguns posts são mais antigos porque estavam mofando aqui esperando eu reunir mais para por esse post no ar, outros porque eu só descobri agora, apesar de publicado há muito tempo. Vocês vão perceber que a maioria tem a ver com trabalho e carreira, temática que anda muito presente nas minhas leituras. Aproveitem o sabadão tranquilo para conhecer novos blogs e temas. Divirtam-se!

Para blogueiros: o futuro da comercialização de blogs :: Alê Garattoni

10 princípios para um guarda-roupa perfeito :: Walking on the street

4 passo para tornar o ambiente de trabalho mais produtivo :: Finanças Femininas

13 coisas que aprendemos no Vale do Silício :: Contente.vc

Entrevista com Chris Guerra no Tapete :: The Flying Carpet Project

VeggieBox: o primeiro box de beleza vegano do Brasil :: Belícia Blog

7 dicas de beleza de experts do red carpet para a vida real :: Fashionismo

 

 

 

 

 

 

Beleza, Maquiagem

O truque do pó: três formas de usar o pó na make

Devo confessar que apesar de um me esforçar às vezes, normalmente eu sou do tipo que não corre muito atrás de novidades no quesito maquiagem. Sendo assim, super me surpreendo com certos truques de beleza, especialmente de make.  Um deles é o uso do pó – finalizador, translúcido, solto, etc. Para mim, ele é aquele produto que a gente passa no final da maquiagem, uma geralzona no rosto para fixar tudo e tirar o brilho. Daí, descubro que tem gente usando-o de diversas formas, sempre para ajudar na fixação, mas de um jeito bem específico para cada item da maquiagem.

pó-truque-make-rimel-corretivo-batom-fixacao02

1. Pó para fixar o batom: esse é para quem usa cores mais fortes, como vermelhos e roxos. Para os clarinhos não tem necessidade. Tem gente que passa antes da aplicação, depois de hidratar os lábios. Já outras que preferem passar depois de aplicar a primeira camada de cor.  Ele tira um pouco da umidade fazendo o batom durar mais tempo. Então você pode hidratar, aplicar o pó e depois o batom ou hidratar, aplicar o batom, tirar o excesso, aplicar o pó e depois batom de novo. Lembrando que é uma fina camada, e não 1kg de pó, ok?

2.  Pó para fixar o corretivo: a dica do uso com o corretivo veio de uma matéria da revista Allure no ano passado, que o blog Fashionismo traduziu e postou (sábado vai estar no links da semana!). Os maquiadores das estrelas que atravessam o red capert deram uma séria de dicas para o make durar mais e entre elas veio a do pó solto entre as camadas de corretivo. Eu só uso no final, para fixar tudo, nunca testei esse método de aplicar outra mão de corretivo depois. Acho que isso deve até ajuda a evitar aquele efeito panda-quando-a-luz-bate que algumas pessoas sofrem quando exageram no pó finalizador.

Ainda segundo a reportagem, deve-se evitar o corretivo líquido que tende a durar menos. As versões mais secas – tipo pastosa e mousse – são mais recomendadas. E entre uma camada e outro o pó solto vem para ajudar na fixação do produto e no final, o pó finalizador no rosto todo.

3. Pó para aumentar o efeito da máscara de cílios:  essa é totalmente nova para mim e nunca imaginei algo do tipo. A dica veio da Grazi, na série de vídeos que ela gravou para o site do programa Superbonita, do canal GNT. A mecânica é a mesma das outras: passar camada de pó  translúcido entre as camadas de rímel. Mas a função aqui não é só aumentar a fixação, mas dar o efeito de volume sem ter que recorrer aos postiços. Aliás, ela é ótima nesses vídeos – tem também o truque do pó + batom – com dicas super interessantes e mega desenvolta para falar com o público. Acho que ela merece um blog ou um canal no Youtube só pra ela! kkkk

E aí, quem já experimentou esses truquezinhos? Funciona mesmo? Ainda não testei, mas acho que foi testar e conto depois se funcionou comigo! Vocês conhecem mais algum uso do pó, além de finalizar o make geral?

Fotos: reprodução